Redesenhar os processos do acompanhamento, monitoramento e avaliação das ações do governo com vistas ao melhor aproveitamento das informações na tomada de decisões por parte dos gestores. Esse é o propósito do trabalho desenvolvido conjuntamente pelas secretarias estaduais do Planejamento (Seplan) e da Administração (Saeb), por meio das respectivas Superintendências de Monitoramento e Avaliação (SMA) e da Gestão e Inovação (SGI), e discutido na última quinta-feira (15), na sede da Seplan, em Salvador. 
 
“A partir da série de rodas de conversas, iniciada em 2018, entendemos a necessidade de adotar estratégias e ações voltadas ao aprimoramento, consolidação e integração dos macroprocessos de acompanhamento, monitoramento e avaliação, contribuindo desta forma para a implantação plena do Sistema Estadual de Planejamento e Gestão Estratégica [Sepege]”, explica a superintendente de Monitoramento e Avaliação da Seplan, Lúcia Carvalho.
 
O secretário do Planejamento, Walter Pinheiro, destaca que “o trabalho desempenhado pela SMA é de extrema importância para a tomada de decisões no âmbito da gestão pública e nossa orientação vem no sentido de que estas informações sejam utilizadas no dia a dia dos gestores. São dados que fazem a diferença na administração, com foco no desempenho de cada área, a partir do cumprimento das metas previstas no Plano Plurianual e da LOA”.  
O trabalho, realizado com apoio da Rede de Consultores Internos do Estado (RCI), teve como resultado a sistematização da informação gerada pelos processos de acompanhamento, monitoramento e avaliação e a priorização da análise das informações na forma de notas técnicas, infográficos e painéis digitais, dentre outras ações. 
Fonte: Ascom/Seplan