Numa realização do Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), com apoio do Museu Casa do Sertão, a exposição "Entre Roques e Odoricos: Dias Gomes e as alegorias dos Brasis" se propõe apresentar um pouco sobre a vida e obra do escritor Dias Gomes, com o intuito de homenageá-lo marcando os 20 anos de seu falecimento.

A exposição, que fica em cartaz até o dia 29 de agosto, está dividida em duas partes chamadas Ala Sucupira e Ala Asa Branca, nomes das cidades cenários de duas das principais obras do autor, O Bem-Amado e Roque Santeiro.

A pesquisa e montagem foram realizadas pelo estudante Paulo Fabrício dos Reis Silva, que se baseou em sua dissertação de mestrado, apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Desenho, Cultura e Interatividade, da UEFS, em 2016, intitulada "Roque Santeiro: o (re)desenho do mito e as projeções do imaginário social".

Os cenários reproduzidos na exposição remetem ao cotidiano do autor e as suas obras com o objetivo de despertar um sentimento de nostalgia nos visitantes, mas também apresentar o escritor e as telenovelas para as pessoas que não viveram a época das produções.

Fonte: Ascom/ Uefs