As comunidades de Alagados, Feira de São Joaquim e Bairro da Paz, contempladas com obras da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), passam a contar também com serviços na área de saúde. A iniciativa integra o termo de cooperação técnica firmado entre o órgão, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), e a Fundação José Silveira, instituição filantrópica que atua há mais de 80 anos no atendimento à saúde na Bahia.
Nesta semana, os moradores receberam atendimento nas áreas de ginecologia, nutrição, clínica médica, além de orientações em saúde bucal. A proposta é facilitar o acesso aos serviços básicos, como consultas médicas na própria comunidade, e também oferecer orientação voltada à prevenção, por meio de palestras e atividades educativas para a melhoria do desenvolvimento comunitário.
“A iniciativa nasce da percepção de que a Política Pública de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Interesse Social se faz a partir de articulações com outras políticas, sejam sociais, de saúde e saneamento. Nunca de forma isolada. É assim que podemos contribuir, efetivamente, para a melhoria da qualidade de vida da população”, esclarece a  coordenadora da área Social da Conder, Graziane Amorim. 
A dona de casa Milena Sales, que morava em situação precária junto com os cinco filhos na comunidade conhecida como Baixa do Petróleo, participa das ações sociais oferecidas pela Conder enquanto aguarda a construção da nova moradia. “Hoje trouxe meus filhos para serem atendidos pela pediatra e aproveitei também para me consultar com o médico clínico”, afirma.
Foto: Conder
(Foto: Conder)
As famílias cadastradas dentro dos projetos que estão sendo executados pela Conder são transferidas das áreas precárias ou de riscos para conjuntos habitacionais dotados de toda infraestrutura urbana (água, esgoto, iluminação pública, drenagem e pavimentação). Além disso, são desenvolvidas ações, por meio do Projeto Integrado de Desenvolvimento Sócio-Ambiental (PIDSA), que contemplam geração de emprego e renda, oficinas ambientais e socioeducativas, bem como serviços diretos para a promoção da saúde.
Desenvolvimento urbano
No bairro de Massaranduba, no Alagados, mais de 600 pessoas serão beneficiadas diretamente com as novas unidades habitacionais. Estão sendo investidos R$ 11 milhões para a construção de 174 apartamentos com dois quartos, cozinha, sala e banheiro. As obras incluem serviços complementares de abastecimento de água, drenagem pluvial, esgotamento sanitário e pavimentação.
Já a obra de macrodrenagem dos rios Jaguaribe e Mangabeiras irão conter os efeitos das enchentes e alagamentos, que atingem as famílias que vivem em locais próximos aos rios. Para isso, estão sendo realizados serviços de proteção das margens, que contemplam ainda a substituição de pontes e passarelas, implantação de equipamentos comunitários e canteiros verdes para recomposição da arborização, além do remanejamento e reforço das adutoras da Embasa que abastecem boa parte da população da capital.
O trecho que será beneficiado pelas intervenções da Conder alcança uma extensão de mais de 10 quilômetros, cruzando comunidades como Bairro da Paz e Alto do Coqueirinho, além dos condomínios localizados ao longo da Avenida Orlando Gomes. O investimento total previsto é da ordem de R$ 270 milhões.
Fonte: Ascom/Conder