Pelo terceiro ano consecutivo, a Secretaria de Cultura do Estado (Secult) participa da Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô). No período de 7 a 11 de agosto, o encontro — que este ano faz homenagem ao poeta Castro Alves — ocupará diversos espaços, com uma programação repleta de literatura, uma rota gastronômica, exposições e apresentações teatrais e musicais para todas as idades. 
A Secult participa da programação por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) e das unidades vinculadas, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac) e Fundação Pedro Calmon (FPC). Dentre os destaques em seus equipamentos culturais, a livraria oficial do evento e atividades que ocuparão a Casa 12, sede do CCPI, shows nos largos do Pelourinho, exposições e lançamentos de livros nos museus, além de atividades para o público infantil na Biblioteca Anísio Teixeira.
A Flipelô é realizada pela Fundação Casa de Jorge Amado, com correalização do Serviço Social do Comércio (Sesc), apoio do Governo da Bahia. Na 3ª edição, a festa presta uma homenagem ao poeta Castro Alves. As atividades serão realizadas de forma gratuita. 
Casa 12 
Na sede do CCPI, no Largo Pelourinho, os visitantes poderão conhecer o Foyer Lina Bo Bardi, que se transformará na livraria oficial do evento para atender ao público da festa literária. Já o Quintal dos índios da Bahia, no mesmo local, fará parte da Flipelô + e será aberto para eventos como a realização de sarau, roda de leitura, lançamento de livro e música.
 
O Sarau da Casa da Mãe, no dia 8, às 15h, terá a apresentação de Stella Maris e convidados, com muita música e poesia. Na sexta-feira (9), às 15h, o lançamento do livro de poesia ‘Azul Caixão’ inclui a apresentação do processo criativo pela autora Júlia Bicalho, seguido de um bate-papo com o público. 
Já no sábado (10), a Roda de Leitura com Acely Araujo, do Coletivo Ser de Arte, terá a participação do conservatório de música Barro Branco e das crianças de Mata de São João.
Foto: Elói Corrêa/GOVBA
(Foto: Elói Corrêa/GOVBA)

Museus 
Os museus administrados pelo Ipac também terão atividades especiais durante a festa. A Galeria do Centro Cultural Solar Ferrão, em parceria com o Parque Histórico Castro Alves, recebe a exposição ‘Na Trilha do Poeta’, com fotos, ilustrações e informações que contam a vida e a obra de Castro Alves. Na abertura, no dia 7, às 17h, os atores Juliana Araújo e Cláudio Nyack (vencedores do Festival de Declamação de Poemas de Castro Alves 2019) recitarão poemas de Castro Alves. 
Em outra sala, a Fundação Pierre Verger fará a exposição dos desenhos originais de Carybé que foram produzidos a pedido de Verger para ilustrar o livro ‘Lendas Africanas dos Orixás’. A publicação terá uma nova edição, lançada no dia 8, às 18h, com uma roda de conversa na qual Gilberto Sá, Enéas Guerra (designer gráfico do livro) e Solange Bernabó (filha de Carybé) irão discorrer sobre o livro ‘Verger, Carybé e a amizade dos dois artistas que fizeram da Bahia a sua morada’.
 
O Museu Tempostal vai apresentar a exposição ‘Tempoesia’ – denominação atribuída por Carlos Drummond de Andrade ao Tempostal, na ocasião de visita a uma exposição do acervo do museu no Rio de Janeiro, em 1982. A mostra fica em cartaz por tempo indeterminado. Para o dia 10, às 16h, o museu recebe o ‘Estande de Movimento Cultivista Café com Poemas’, com o lançamento do livro ‘Café com Poemas – Antologia poética, vol. ll’, da editora Novos Sabores, além de exposição de títulos de escritores baianos como Audelina Macieira, Ana Moreira, Rita Queiroz, Milena Moreira, entre outros.
No dia 10, das 14h às 17h, o Museu Udo Knoff sedia o relançamento do livro ‘Mulher maravilha para presidente’, do escritor e historiador Savio Roz. Na ocasião, o escritor fará uma palestra relacionando o trabalho dele com as obras românticas de Castro Alves e as modernas de Jorge Amado.
 
O LabDimus vai expor livros de pano confeccionados com alunos do Colégio Estadual Azevedo Fernandes, com o tema ‘Castro Alves’. O colégio realizará um concurso de poesias, que depois serão transcritas nos livros de pano na oficina ‘Criação de Livro de Pano’. As ilustrações também serão feitas pelos estudantes. Os livros e as fotos de todas as etapas das atividades ficam em exposição no Solar Ferrão durante a Flipelô. 
Programação infantojuvenil 
A programação da Biblioteca Anísio Teixeira (BAT), unidade vinculada à FPC, terá como destaque atividades voltadas para o público infantojuvenil. Em referência ao grande homenageado da Flipelô, a BAT promove a Exposição Bibliográfica Castro Alves e suas poesias, com curadoria de Bárbara Gomes e Tânia Torres, em cartaz de 7 a 30 de agosto, das 8h30 às 17h.
Já no primeiro dia de Flipelô (7), serão desenvolvidas atividades de entretenimento cultural, como a Pintura Livre, que convida as crianças a pintarem em papel na figura de Castro Alves, com sessões às 9h30 e às 15h, e a atividade Bola Mágica, que mistura música e conhecimento numa divertida brincadeira, às 10h. 
Às 11h, a oficina de Confecção de Livro estimula as crianças a entrarem no universo da leitura por meio da trama Mistério na Biblioteca, de Sandra Aymone.  Começando a tarde, às 14h, tem contação de história do livro “Castro Alves”, de Myriam Fraga, que apresenta o poeta brasileiro ao público infantil. Às 14h30, o poeta ainda será tema de um Sarau de Poesias apresentado por crianças e adultos. 
Na mesma tarde, às 15h, a autora Palmira Heine lança o livro ‘Mila, a pequena sementinha’, que conta a história de uma pequena sementinha que adorava brincar com o amigo vento e não queria criar raízes. Encerrando o dia com mais brincadeira, o Jogo da Memória do Sítio do Pica-Pau Amarelo, às 15h30, vai divertir e trabalhar a concentração da criançada. 
Na quinta-feira (8), com sessões às 9h e às 14h30, a leitura do livro ‘As aventuras de Cecéu na terra da poesia’, do autor Geraldo Maia, vai contar a história de Castro Alves durante a infância, quando aos 12 anos começou a escrever os seus primeiros versos. Às 11h, a oficina literária Baú das Palavras vai trabalhar a imaginação das crianças através da escrita, a partir do livro ‘Brincando com as Palavras’, de Arão Barbi. 
A Roda de Capoeira Centro Social Cultural Agô Capoeira abre a programação de sexta-feira (9), às 9h, homenageando Castro Alves. Em seguida, às 10h30, a vida e aventuras do poeta, retratado como um brincalhão cheio de amores, é contada em ‘Cecéu, poeta do céu’, de Adelice Souza. À tarde, em parceria com o Colégio Estadual Ypiranga, os alunos participantes do ‘Projeto Navio Negreiro: O Sangue de um Povo’ recitarão o poema ‘Navio Negreiro’, de Castro Alves. O Colégio Ypiranga foi a última residência do poeta. 
Largos do Pelô 
A Flipelô+ também estará presente na programação dos largos do Pelourinho, com shows e lançamento de livros. Na quinta-feira (8), no Largo Pedro Archanjo, a banda Zé de Tonha presta homenagem a Gonzagão e Dominguinhos, às 20h. No mesmo horário, no Largo Quincas Berro d’Água, tem o som de Cristyan Ferrari. 
Já na sexta-feira (9), às 20h, o Grupo CCR Metrô apresenta o show ‘Axé das Antigas’, com participação dos Filhos de Jorge. No domingo (11) a torcida tricolor vai invadir o Largo Quincas Berro d’Água, a partir das 10h, com o Dia do Bahêa. Lançamento de livros e narração de histórias integram a programação, que contará com a loja oficial do time e participação dos Tricolíderes. 

Fonte: Ascom/Secult