Reforçar a preocupação com a conservação da vida marinha e estimular o turismo são objetivos do Festival de Baleias, realizado até domingo (21), no município de Nova Viçosa. O evento, que tem característica itinerante, ocorrendo sempre no período em que as baleias jubarte migram para o litoral baiano para reprodução, tem o patrocínio do Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo da Bahia (Bahiatursa). 
Além das atividades acadêmicas e de educação ambiental do festival, quem visitar Nova Viçosa tem a oportunidade de assistir a shows e desfrutar da vida cultural do município da Costa das Baleias, da culinária local, feiras de artesanato, exposições de fotografias e a Gincana Ecológica. Nesta 6º edição está sendo lançada também a primeira Festa Literária da Turma da Juba (Flijuba), com a presença de escritores da região.
Ao patrocinar o festival, a Bahiatursa pretende estimular o aumento do fluxo de turismo na temporada das baleias, que vai de julho a novembro. A Bahia é o estado que possui o maior número de destinos para a observação das jubarte. Por suas águas quentes e tranquilas, o litoral do estado é escolhido como o local de permanência desses mamíferos, que chegam para acasalar, reproduzir e amamentar.
Devido à maior incidência da baleias jubarte, a região — que compreende os municípios de Alcobaça, Nova Viçosa, Mucuri, Itamaraju, Itanhém, Mucuri, Teixeira de Freitas, Prado e Caravelas, no extremo sul baiano — ganhou o nome de Costa das Baleias. Durante a temporada, diversas empresas realizam passeios para os que desejam acompanhar de perto a aventura dos mamíferos. 
O festival propõe a união de instituições públicas e privadas, de pesquisadores, educadores, estudantes e da sociedade civil em torno do debate sobre a situação dos ecossistemas na zona costeira e marinha e da conscientização sobre a importância da realização de ações pela preservação ambiental. 
Mesas-redondas e palestras de pesquisadores e ativistas ambientais, presentes no V Simpósio do Mar, discutem e elaboram proposta de diretrizes para uso sustentável do mar na Bahia.
Fonte: Ascom/Bahiatursa