Com a realização do jogo da Copa América entre Brasil e Venezuela, na Arena Fonte Nova, nesta terça-feira (18), o fluxo turístico em Salvador registrou expressivo crescimento. Alguns dos principais hotéis da cidade chegam a registrar ocupação de 100%, enquanto bares e restaurantes preparam-se para uma movimentação extra ao longo da noite. 
O hotel Deville, em Itapuã, onde a Seleção Brasileira está hospedada, já ocupou praticamente todos os 206 apartamentos. Hotéis como o Fasano (Centro), o Quality São Salvador (Stiep) e o Vila Galé (Ondina) também estão com 100% de ocupação.   
No Fera Palace (Centro), o índice está em 94% nesta terça-feira (18). O Catussaba (Stella Maris) tem registrado média de 90% em dias de jogo da Copa América. No Costa Azul, o Sotero tem ocupação de 88%; no bairro do Itaigara, o Fiesta tem 83% de ocupação. No Rio Vermelho, o Ibis tem 74% de leitos ocupados. "Ao aliar turismo e esporte, ganhamos na redução dos efeitos da sazonalidade e na comercialização de produtos e serviços agregados", observa o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco.
Nos bares e restaurantes também é esperada boa frequência de torcedores, que optaram por ver o jogo em telão. O aumento médio de vendas, que está estimado em 15% nos dias de jogos da Copa América, sobe consideravelmente com a partida do Brasil. “A expectativa é de que o faturamento chegue a 50% no dia de hoje”, prevê o diretor institucional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-BA), Júlio Calado.
Segundo cálculos da Secretaria do Turismo do Estado (Setur-BA), a Copa América deve atrair de 80 mil a 90 mil turistas à capital baiana.
Fonte: Ascom/Setur