Duas das mais conceituadas escolas de música do mundo aceitaram três integrantes do NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia), programa público da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado (SJDHDS). São as universidades da Haute École de Musique de Genève, localizada na cidade da Genebra, na Suíça, e a Hochschule für Musik, em Basileia, no mesmo país, na Europa. Os integrantes são Priscila Rodrigues Silva, de 23 anos, violinista, Fábio Santos, de 27, percussionista, e Kívia Santos, de 26, contrabaixista. As universidades são pagas e, por isso, eles iniciaram uma campanha colaborativa para que possam pagar as passagens e estadias, até tentarem bolsa de estudos nessas duas instituições europeias.

Priscila está no NEOJIBA desde 2008, Fábio desde 2009 e Kívia desde 2007. O programa NEOJIBA possibilitou aulas diárias, treinamentos com professores e instrumentistas virtuoses locais, nacionais e internacionais, integração em grupos e orquestras, além de bolsas e atendimento social e de saúde. Os integrantes também participam de turnês em várias cidades do Brasil, Europa e Estados Unidos. Para auxiliar nas próprias despesas e ajudar a família, os três já faziam brigadeiros e brownies, anunciando-os na internet.

Custos e colaboração

As aulas nas universidades começam em 16 de setembro próximo e até lá, os jovens pretendem reunir recursos para compra de passagens e estadias de três anos no país estrangeiro. "Estimamos de R$ 75 mil a R$ 100 mil que teremos que gastar a cada ano para apenas uma pessoa", comenta o percussionista Fábio Silva. Qualquer interessado em colaborar pode contatá-los para comprar os doces via telefone (71) 99278-7782 ou ainda realizar depósitos nas contas bancárias: Fábio da Silva Santos (com Priscila), Bradesco agência Garcia n°3072, c/c n°0519731-7, e Kívia Santos, Bradesco agência Garcia n°3072, c/c n°0076093-5.

Desde a criação, em 2007, o Programa NEOJIBA atendeu, direta e indiretamente, mais de 10 mil crianças, adolescentes e jovens – entre 06 e 29 anos –, em 13 Núcleos fixos e em cinco cidades, fazendo mais de 1,3 mil apresentações artísticas com mais de 700 mil espectadores. Além do ensino musical, os integrantes são beneficiados com acompanhamento social, escolar, de saúde, atividades educativas, pedagógicas e sociais.

No dia 9 de julho, às 9h30, a SJDHDS inaugura a primeira etapa da sede do NEOJIBA no Parque do Queimado. São 10.000 m² de área, 1.000 m² de área edificada do século XIX requalificada, com uma sala de concertos e seis salas de ensaio, além de projeto climatizado e acústico de padrão internacional. O investimento foi de R$ 8,3 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e R$ 4 milhões do Governo do Estado. Foram investidos ainda cerca de R$ 1,8 milhão, via contrato entre SJDHDS e PNUD/ONU, principalmente para mobiliário e instrumentos musicais. Informações: telefone (71) 3032-1073, site www.neojiba.org.