A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Universidade Federal da Bahia (Ufba) assinaram, nesta quinta-feira (27), um protocolo de intenções que prevê ações articuladas e integradas entre as duas instituições. O ato foi realizado na Pró-reitoria da Ufba, em Salvador, com a presença de docentes, dirigentes da SDR, parlamentares e representantes da sociedade civil.
O protocolo de intenções estabelece parcerias entre a SDR e a Ufba para o planejamento e desenvolvimento de projetos e atividades integradas, de natureza interdisciplinar, abrangendo as áreas de ensino, pesquisa e extensão, visando à qualificação de profissionais, transferência de tecnologia, compartilhamento de dados, editoração e publicações.
O protocolo inclui ações como a de um convênio que está sendo construído entre a SDR, por meio da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), o Instituto de Geociências e a Faculdade Politécnica da Ufba para a realização do Cadastro Estadual de Terras. Com o protocolo de intenções, será possível ainda qualificar profissionais que atuam na SDR e, consequentemente, a ação da secretaria.
“Queremos, com essa relação que temos com a universidade, poder contribuir com esse papel de deixar um legado e resolver, entre outras questões, a do Cadastro de Terras no estado. Nós temos uma equipe com bons técnicos, mas é imprescindível, para fazer um trabalho dessa magnitude, o apoio desta mão de obra qualificadíssima da universidade, além da relevância do papel que as universidades têm, não só de formar os quadros técnicos, mas também de chegar ao agricultor que habita, por exemplo, em uma comunidade de fundo de pasto, o que a realização desse cadastro será capaz de identificar”, afirmou o secretário da SDR, Josias Gomes.
Foto: SDR
(Foto: SDR)
Segundo o reitor da Ufba, João Carlos Salles, o documento abrange diversas áreas do saber. “Com os conhecimentos da universidade, uma instituição de referência e de apoio para políticas públicas, essa é a possibilidade de colocar serviços em uma causa social, uma causa do Estado, de ampliação de direitos. A cooperação entre saberes se faz em função de projetos sociais. Agradecemos a atenção do Estado, fazendo votos que a esse projeto outros acordos venham se somar”.
De acordo com a coordenadora executiva da CDA, Renata Rossi, o protocolo ainda "prevê a criação de um sistema integrado de informações georreferenciadas dos imóveis rurais do estado da Bahia”.
Com a assinatura do documento, caberá à SDR e à Ufba estimularem e implementarem ações conjuntas, somando e convergindo esforços, mobilizando suas unidades descentralizadas, seus agentes e serviços, bem como outras entidades que manifestarem desejo de atuar em parceria.
Fonte: Ascom/SDR