Um das opções culturais mais ecléticas de Salvador, o projeto Música no Parque levou pessoas de várias idades para o Parque Costa azul, no fim de tarde deste sábado (1º). O público dançou muito forró no balanço tradicional do Trio Nordestino e com a roupagem mais moderna da cantora Jeanne Lima. Essa foi a terceira edição do projeto em 2019, que já contou com apresentações dos cantores Jau e Luiz Caldas.

Com apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa), o Música no Parque conta com shows ao ar livre e gratuitos. Para Beto Sousa, sanfoneiro do Trio Nordestino, o evento democrático ajuda a valorizar a cultura da Bahia. “O Trio Nordestino fica muito feliz em ver esse espaço lotado. O povo veio curtir a cultura do São João. É uma honra participar desse projeto maravilhoso”, elogiou.

A cantora Jeanne Lima também afirmou estar alegre pela participação no Música no Parque. “É uma alegria para mim e para o povo baiano e soteropolitano, porque o São João é uma das maiores festas do nosso Nordeste e esse aqui é o pontapé inicial. Eu estou muito feliz por fazer muito forró pra essa galera”, garantiu.

Música no Parque

Com a proposta de oferecer shows gratuitos e formar novas plateias, o Projeto Música no Parque completa 16 anos. Mais de 170 shows foram realizados nesses anos, com uma plateia estimada em mais de 500 mil pessoas e programação aberta a todos os ritmos e estilos musicais.

Entre os diversos artistas e grupos musicais que já passaram pelo palco do projeto estão os cantores Riachão, Edil Pacheco, Alexandre Leão, Márcio Melo, Targino Gondim, Luiz Caldas, Lucas Santtana, Chico César, Guilherme Arantes, Edson Cordeiro, Belchior, Otto, Eduardo Dussek, Paulinho Moska e Xangai.

Repórter: Tácio Santos