Um dos maiores eventos esportivos internacionais, a Copa América será realizada no Brasil em 2019, de 14 de junho a 7 de julho. Salvador, única cidade do nordeste que irá sediar a competição, vai receber quatro jogos pela fase de grupos e um pelas quartas de final, na Arena Fonte Nova. Nesta quarta-feira (29), a Secretaria de Segurança Pública (SSP) preparou um ensaio operacional durante o jogo Bahia x São Paulo para alinhar as ações de segurança que serão realizadas durante o torneio de seleções.
A operação teste envolveu ações de reconhecimento facial utilizando o sistema de câmeras de segurança, abordagens e bloqueios de vias, com ação conjunta das forças estaduais e federais de segurança, além de órgãos municipais. Também atuaram no evento uma base avançada do Departamento de Polícia Técnica (DPT), no Dique do Tororó, realizando análise de drogas e identificação criminal. O policiamento também foi reforçado dentro e no entorno da Arena.
Para simular o acompanhamento de segurança que será feito com as seleções nacionais desde a saída dos hotéis até a Arena, o time do São Paulo foi escoltado por oito motocicletas e dois carros, com um total de 16 policias militares. O time do Bahia foi acompanhado por oito motos e um carro da Polícia Rodoviária Federal, com um total de 11 policiais.
"Foi uma ação planejada para o teste de algumas funcionalidades que vamos utilizar durante a Copa América, como o embarque, desembarque e o acompanhamento das delegações até a Arena. Foi uma oportunidade também de observar a posição de nossos equipamentos de segurança e da ativação de nosso Centro de Operações e Inteligência (COI), que fica no Centro Administrativo da Bahia (CAB); da unidade do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) Móvel que ficará no Dique do Tororó e do CICC dentro da Arena Fonte Nova. Tudo para que o evento aconteça da forma mais tranquila possível", afirmou o coronel Marcos Oliveira, responsável pela articulação do evento.
Ainda de acordo com o coronel, cerca de 1.400 profissionais atuarão na operação de segurança nos dias de jogos. "Teremos mais de 11 mil plantões extras ao longo de todo o evento. Nos dias que nós não teremos jogos em Salvador, cerca de 400 profissionais atuarão de forma complementar. O que não compromete o dia a dia do policiamento normal no restante da cidade, já que esses policiais estarão trabalhando numa escala de horas extras".
DPT
Também na noite desta quarta-feira, uma Base Avançada do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi utilizada por peritos para analisar drogas e realizar identificação humana. Através do Raman, aparelho portátil que possibilita a constatação de maconha, cocaína, crack, entre outras substâncias usadas em drogas sintéticas, os integrantes do DPT conseguem fornecer respostas rápidas a flagrantes da PM.

A parte de identificação humana é promovida através da coleta e comparação de impressões digitais. "Montamos estrutura semelhante a da Micareta de Feira. Além de casos envolvendo pessoas sem documentos, identificaremos também os flagrados pelo sistema de Reconhecimento Facial", explicou o diretor do DPT, Élson Jeffesson.

Copa América 2019
A competição terá três grupos com quatro seleções cada. As duas melhores de cada chave mais os dois melhores terceiros colocados avançam para a fase eliminatória, com as quartas de final, semi e final, que são decididas em um jogo único. Os jogos que serão realizados na Fonte Nova são:

15 de junho (sábado), 19h: Argentina x Colômbia
18 de junho (terça), 21h30: Brasil x Venezuela
21 de junho (sexta), 20h: Equador x Chile
23 de junho (domingo), 16h: Colômbia x Paraguai
29 de junho (sábado), 16h: Quartas de final (1º do grupo C x 3º do grupo A ou B)