De portas abertas há um ano, o Casarão da Diversidade atingiu a marca de 2 mil atendimentos realizados. O espaço da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) foi entregue em 2018 e abriga uma série de serviços, ações e iniciativas de cidadania e proteção da população LGBTQI+.
No local funciona o Centro de Promoção e Defesa dos Diretos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (CPDD), que oferta serviços como o acolhimento, orientação psicossocial e jurídica, encaminhamentos à rede de serviços diversos, como saúde e assistência social, além do acompanhamento prestado por profissionais de psicologia, direito e pedagogia. 
"Nosso objetivo é potencializar ainda mais as ações de promoção e defesa dos direitos humanos para ampliarmos a proteção e coibirmos as violações de direitos, especialmente da população LGBTQI+. O Maio da Diversidade é o ápice de uma série de iniciativas que vamos colocar em prática ao longo de todo o ano", afirma o secretário da SJDHDS, Carlos Martins. 
O centro atua ainda na articulação com outras estruturas estaduais e municipais em questões de educação, qualificação e empregabilidade do público LGBTQI+, a exemplo do Corre LGBT, realizado em parceria com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda (Setre). A ação oferece emissão de documentos de trabalho com nome social e faz o encaminhamento para qualificação, além de intermediação de mão de obra com o mercado de trabalho. O corpo profissional da unidade também é formada pelo público prioritário do centro. 
 Foto: Carol Garcia/GOVBA
O Casarão da Diversidade funciona na Rua do Tijolo, nº 8, Pelourinho, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h
(Foto: Carol Garcia/GOVBA)
O CPDD também acolhe as demandas registradas pelo Disque 100, serviço que registra denúncias de direitos humanos em todo o país. O estudo e a avaliação dos dados são utilizados na formulação de políticas públicas e orientação das ações da SJDHDS. Funciona no local ainda o PreParaSalvador, ação sob responsabilidade do Instituto de Saúde Coletiva (ISC) e da Universidade Federal da Bahia (Ufba), que atua na pesquisa e prevenção em relação às HIV/Aids para o público jovem.
Casa dos Conselhos
O espaço do Casarão da Diversidade abriga também a Casa dos Conselhos, que reúne alguns dos conselhos estaduais da Bahia, a exemplo do Conselho Estadual dos Direitos da População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (CELGBT), criado em 2014. A sala dos conselhos é um espaço aberto para reunião, deliberação e discussão de temas que envolvem a sociedade civil e são fundamentais para guiar a construção das políticas públicas na Bahia.

Fonte: Ascom/SJDHDS