Mais de 60 estudantes da Escola Cultural de Vitória da Conquista, que funciona no Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães (436 km de Salvador), participaram, nesta semana, de uma vivência de técnicas cinematográficas para a produção de vídeos. A programação contou com a exibição do filme baiano ‘Café com canela’, seguida de roda de conversa sobre o filme, no auditório do colégio e, também, de palestras sobre temas como som para cinema, linguagem audiovisual e roteiro, nas salas, com grupos de estudantes. A iniciativa foi realizada em parceria com a área de Cinema da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

Segundo o coordenador da Escola Cultural, Gildásio Correia Junior, as atividades contribuem para a formação crítica dos estudantes através da linguagem audiovisual. “Esta vivência ajuda a despertar novos olhares sobre a linguagem cinematográfica e, também, estimula a produção estudantil, visto que a escola participa do projeto estruturante Produção de Vídeos Estudantis (PROVE), promovido pela Secretaria da Educação do Estado”, afirmou.

A estudante Maria Fernanda Nascimento, 17, 3º ano, disse que gostou muito da experiência. “Sempre me interessei por cinema e participar desta vivência sobre audiovisual ampliou os meus conhecimentos sobre o cinema baiano”, revelou. O professor de cinema da Uesb, Felipe Gama, falou sobre a importância de dialogar com jovens estudantes. “Nosso intuito foi levar para os estudantes filmes não comerciais que falam sobre a Bahia com uma forma de ampliar o debate e reflexão sobre a experiência e o processo de produção do audiovisual”, explicou o educador.


Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação do Estado