Delegados e investigadores do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), mais uma vez, vão trabalhar infiltrados durante o Carnaval. As equipes estarão misturadas aos foliões pipoca, dentro de blocos e camarotes. Os policiais vão atuar de forma velada para combater o tráfico de drogas durante a festa, além de coletar informações para investigações futuras sobre a comercialização de entorpecentes.
Segundo o delegado Marcelo Sansão, diretor do Draco, os infiltrados vão observar a movimentação nos circuitos e, quando necessário, poderão acionar as equipes padronizadas para realizar abordagens e prisões em flagrante.
“Apesar do foco ser o combate ao tráfico de drogas, os policiais velados podem atuar na repressão de qualquer atividade ilícita”, acrescentou o delegado. Equipes de outros departamentos da Polícia Civil também atuarão infiltradas nos circuitos.
Fonte: Ascom/Polícia Civil