Paz e tranquilidade marcaram a tradicional Lavagem do Bonfim, a primeira festa de largo do calendário baiano, que atrai milhares de pessoas para a Colina Sagrada.

Para garantir a segurança, a Polícia Militar da Bahia montou um esquema diferenciado, que teve início às 5h desta quinta-feira (17), com o emprego de 1803 policiais militares ao longo do cortejo, que vai da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia até a Colina Sagrada, e nas principais vias de acesso à festa.

O policiamento contou também com o apoio de viaturas (carros e motos), cavalos, helicóptero e drone. O reforço foi empregado também nas principais vias de acesso ao trajeto e entorno da festa, corredores de tráfego, estações de metrô e pontos de ônibus, bem como nos eventos paralelos que ocorrem na mesma data festiva.

O coronel Anselmo Brandão, comandante geral da Polícia Militar, que visitou os postos de reunião de tropa do percurso, destacou a atuação dos militares na festa: “A tranquilidade reinou durante o evento, por que as pessoas vieram vestidas de paz. A Polícia Militar a cada ano tem aperfeiçoado o policiamento em grandes eventos e isso reflete na sensação de segurança e no aumento de pessoas nas ruas", explicou.

Policiais militares da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (COPPA), Batalhão de Polícia de Choque, Esquadrão de Polícia Montada, Esquadrão de Motociclistas Águia, Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT)/Rondesp, Operação Gêmeos e outras unidades especializadas também atuaram no reforço da segurança.

Polícia Civil
O evento contou com 52 policiais civis, entre delegados, escrivães e investigadores. Além da 3ª DT / Bonfim, que contou com um plantão extraordinário, foi montado um posto em frente à Igreja da Conceição da Praia, um no início da Ladeira do Bonfim e outro próximo à Colina Sagrada, funcionando durante todo o festejo.

O delegado-geral Bernardino Brito destacou a tranquilidade e a simpatia do público com a Polícia Civil. “Mais uma vez conseguimos ter um cortejo de paz, mesmo com o grande número de pessoas que vieram este ano e podemos ter a alegria de ver, que a cada dia a população está mais amiga da Polícia Civil”, comenta.


Fonte: Ascom/ PMBA e Polícia Civil