As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego, realizada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) revelam que entre novembro e dezembro de 2018 a taxa de desemprego total reduziu-se ao passar de 26,2% para 25,4% da População Economicamente Ativa (PEA). Segundo suas componentes, a taxa de desemprego aberto diminuiu de 17,0% para 16,7% e a de desemprego oculto passou de 9,3% para 8,7%.

No mês de dezembro, o nível de ocupação variou positivamente (0,3%), sendo estimado em 1.503 mil pessoas. Segundo os setores de atividade econômica analisados, houve crescimento do contingente de ocupados na Construção (5,2%, ou 5 mil pessoas) e na Indústria de transformação (3,7%, ou 4 mil). Houve, ainda, pequenas variações da ocupação nos Serviços (0,2%, ou 2 mil).

Entre outubro e novembro de 2018, o rendimento médio real dos ocupados e o dos assalariados aumentaram 2,3% e 1,3%, respectivamente. Em valores monetários, equivaleram a R$ 1.570 e R$ 1.548, respectivamente. A massa de rendimentos reais elevou-se para os ocupados (3,2%) e para os assalariados (2,5%). Em ambos os casos decorreu de elevações nos rendimentos médios e, em menor intensidade, nos níveis de ocupação.

A Pesquisa de Emprego e Desemprego é realizada pela SEI em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), a Fundação Seade do Estado de São Paulo, a Secretaria de Trabalho do Estado da Bahia (Setre), e conta com o apoio do Fundo de Amparo ao Trabalhador do Ministério do Trabalho.


Fonte: Ascom/ SEI-BA