A Mostra Cinemas do Brasil vai circular por diversos estados a partir de fevereiro. Mais antigo cinema de rua do país em funcionamento, o Cine Olympia, em Belém do Pará, será palco da abertura do projeto, que tem a primeira etapa no período de 21 a 26 de fevereiro, na capital paraense. 
O objetivo do evento temático é tornar os cinemas de rua os protagonistas das histórias na tela. Coordenado por Eudaldo Monção Jr, o projeto tem apoio financeiro do Governo do Estado, por meio do Fundo de Cultura, através da 4ª chamada do edital mobilidade artística e cultural. A Mostra apresenta um panorama de curtas-metragens — em sua maioria, documentários — que buscam homenagear os cinemas de rua do país e que propõem uma discussão sobre a atual situação desses monumentos arquitetônicos.
A segunda etapa da Mostra Cinemas do Brasil vai ocorrer no município de Nazaré, no Recôncavo baiano, entre os dias 19 e 22 de março. O homenageado será o Cinema Rio Branco. Idealizado pelo nazareno Felisberto Ribeiro Soares, o Cinema Rio Branco foi construído em estilo art nouveau. Artistas como Luiz Gonzaga, Waldick Soriano, Raul Seixas e Dalva de Oliveira passaram pelo palco do Cine Teatro, que, após períodos de crise entre os anos 1970 e 1990, passou por reforma e foi reaberto reforma no ano 2000.
Serão exibidos 23 curtas e um longa-metragem, que encerrará a mostra. Tais trabalhos são representantes de diferentes regiões do país e cumprem um papel de expressar, sob a perspectiva do cinema, o perfil peculiar e complexo de um Brasil em transe, em confronto com eventos de caráter histórico-político, econômico e cultural. Além da Bahia e do Pará, a Mostra Cinemas do Brasil passará pelo Rio de Janeiro, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Alagoas e Pará. 
Fonte: Ascom/Secult