Capaz de resolver até 80% dos casos assistenciais quando bem estruturada, a Atenção Básica no estado tem apresentado avanços nos últimos anos. Com a cobertura consolidada em cerca de 70%, a Secretaria da Saúde do Estado tem trabalhado em conjunto com os municípios para qualificar a Estratégia de Saúde da Família. As ações desenvolvidas pelo Estado para esse desenvolvimento estão sendo apresentados na Oficina da Diretoria da Atenção Básica, nesta quinta e sexta-feira (6 e 7).

No encontro, um dos avanços apontados foi o trabalho desenvolvido para redução da sífilis congênita. Outro ponto é a implantação do prontuário eletrônico, que já chegou a 120 municípios. De acordo com o diretor da Atenção Básica, Cristiano Soster, para o profissional o prontuário eletrônico garante o registro e a continuidade do cuidado e o usuário passa a ter a certeza que o cuidado é progressivo.

“O Estado tem como função conduzir a política da Atenção Básica, garantir que ela tenha a execução com base naquilo que está estabelecido pelo controle social, complementar as ações dos municípios com educação permanente e qualificação tanto da assistência quanto da gestão”, explica Cristiano Soster.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, confirmou o compromisso da Sesab em ter um olhar ainda mais direcionado para a Atenção Básica nos próximos quatro anos. “Daremos apoio para a construção de unidades básicas de saúde e investiremos mais na qualificação e na educação continuada para a melhoria do nível dos profissionais”, afirma o Secretário. “Estamos focando na Atenção Básica para que ela seja mais resolutiva e que possamos, nos próximos quatro anos, comemorar uma redução expressiva dos indicadores de causas sensíveis à Atenção Básica”, pontua.

Nesta sexta-feira, os profissionais da Diretoria da Atenção Básica (DAB) e referências dos Núcleos Regionais de Saúde, que estão reunidos no encontro, farão trabalhos em grupo em que a ideia é identificar os pontos que devem ser melhorados para que o trabalho com os municípios seja ainda mais qualificado.

Fonte: Ascom/Sesab