Os pacientes internados na enfermaria pediátrica do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), em Salvador, receberão uma visita bem inusitada na próxima segunda-feira (17). Trata-se de Angus, um labrador especializado em ‘cãoterapia’.

Angus, na verdade, atua como co-terapeuta, já que recebeu treinamento especifico do Grupo Neurofuncional de Atendimento e Pesquisa (GNAP) para fazer as intervenções de tratamento junto aos profissionais da assistência. Para ter acesso à área onde as crianças estão internadas, o labrador toma todas as vacinas.

Programada para acontecer às 14h, a ação tem anuência da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH-HGRS), que não indica o contato do cão com pacientes em isolamento. Ao final da visita, inclusive, a equipe fará coleta para exame rápido nas crianças.

As precauções serão redobradas pois, conforme adianta a coordenação da enfermaria pediátrica do HGRS, existe um projeto para incluir a ‘cãoterapia’ no tratamento das crianças. “Nós estamos nos cercando de todos os cuidados para que essa técnica se torne rotina. Nesse primeiro momento, o cão vai ficar na brinquedoteca, junto aos treinadores. Aí, formaremos grupos para ir lá interagir com ele”, explica a enfermeira Mariana Fonseca, responsável pela unidade.

Fonte: Ascom/Hospital Geral Roberto Santos (HGRS)