Com 125 integrantes, a Orquestra Juvenil dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba) embarca, no próximo domingo (2), para a 7ª turnê internacional do grupo. Itália, Suíça e França dão os destinos dos nove concertos, que serão realizados de 5 a 17 de setembro. 
Enquanto o dia do embarque não chega, os músicos se preparam com apresentações no palco principal do Teatro Castro Alves (TCA), nesta terça (28) e quarta-feira (29), às 19h, com ingressos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia).
“A preparação tem sido muito intensa. Este ano, nós levamos pela primeira vez toda uma geração de jovens que ainda não fizeram esse percurso até a Europa e Estados Unidos. São jovens formados pela primeira geração e músicos do Neojiba. Há uma expectativa muito grande de todos eles. É muito legal a gente ter esse entusiasmo, ao mesmo tempo de ter a responsabilidade de levar lá para fora um produto de qualidade”, declarou o diretor-geral do Neojiba, maestro Ricardo Castro.  
Morador do bairro da Ribeira, Carlos Vitor, 16 anos, está há quatro anos e meio no Neojiba e fará a primeira viagem internacional. “Ainda não caiu a ficha para mim. Eu tinha desde pequeno esse sonho de poder conhecer outros países a partir do Neojiba. Eu via meus professores fazendo essa viagem, mas nunca passou pela minha cabeça que um dia eu poderia ter essa oportunidade tão rápido”, disse o jovem trompista. 
O grupo fez uma sessão aberta, com entrada gratuita, na tarde desta terça (28). Na plateia, integrantes do Neojiba e alunos de escolas estaduais assistiram ao ensaio. 
Criado em 2007, como um dos programas prioritários do Governo do Estado, o Neojiba tem por objetivo promover o desenvolvimento e a integração social, prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletiva.
Repórter: Lina Magalí