A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA) deu início, na segunda-feira (10), à fiscalização de produtos da ceia natalina em supermercados e delicatessens de Salvador. Batizada de Operação Ceia de Natal 2018, a ação tem o objetivo de coibir práticas abusivas, como quando o peso do produto é menor que o registrado na embalagem ou quando o preço é maior no caixa do que o anunciado na prateleira. Na manhã desta quarta-feira (12), uma equipe de técnicos realizou a fiscalização no supermercado Walmart, situado no Salvador Shopping.

Nesta operação, os técnicos do Procon-BA também buscam garantir que os produtos da ceia natalina , como panetones, queijos, vinhos, entre outros itens, sejam comercializados dentro do prazo de validade e em condições ideais de armazenamento. Em caso de irregularidades, os estabelecimentos são autuados, respondem a um processo administrativo, podendo pagar multas de até R$ 2 milhões. “A fiscalização é de grande valia, porque hoje nós somos enganados de todas as formas e, quanto mais houver esse tipo de fiscalização, melhor para o consumidor”, avaliou o técnico em administração, Deivison Amorim.

De acordo com o diretor de Fiscalização do Procon, Iratan Vilas Boas, os consumidores também podem efetuar denúncias dos maus fornecedores, comparecendo em algum dos postos do órgão ou utilizando outros canais. “O Procon-BA tem onze postos espalhados na capital, além de postos no interior. O órgão também disponibiliza o aplicativo Procon_BA Mobile, uma ferramenta eficaz e atualizada, disponível gratuitamente para os consumidores denunciarem em tempo real, tirar fotos dos produtos e encaminhar ao órgão a qualquer hora”, explicou Iratan. O aplicativo está disponível para aparelhos Android e iOS. Outro canal de comunicação é o email denuncia.procon@sjdhds.ba.gov.br.

Repórter: Lina Magalí