A Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa) preparou um receptivo festivo para a abertura da temporada de cruzeiros na Bahia. No próximo dia 19, a partir das 13h, no Porto de Salvador (Comércio), o navio MSC Fantasia será recebido ao som de Edd Bala & Fanfarra Mágica, além das tradicionais baianas tipicamente trajadas.
Em novembro estão previstas as chegadas de três navios em Salvador, com capacidade para mais de dez mil passageiros, de acordo com projeção da Companhia das Docas do Estado (Codeba). Desses, dois seguem para o Porto de Ilhéus. Até abril, a Bahia receberá 68 navios com capacidade para mais de 240 mil passageiros, o que representa 10% a mais do que o ano passado. 
“Temos feito um trabalho continuado de capacitação e divulgação do destino Bahia, tanto no Brasil como no exterior. Acredito que este crescimento seja o resultado de ações assertivas do Governo do Estado na promoção do turismo”, afirma o superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado.
No verão, chegam 48 transatlânticos com capacidade para 163 mil passageiros que vão aportar em Salvador e 20 com 77 mil visitantes no Porto de Ilhéus. “Os turistas movimentam a economia local gerando renda a receptivos, restaurantes, lojas e o comércio em geral”, explica o diretor de Operações Turísticas da Bahiatursa, Paulo Vital.
O navio que chega para a abertura da temporada, no dia 19, tem capacidade para 3.952 passageiros, procedente de Santa Cruz de Tenerife, na costa espanhola. Da capital baiana, segue para Ilhéus, na Costa do Cacau. Na abertura, as baianas distribuirão fitas do Senhor do Bonfim e o cantor Edd Bala, com a fanfarra mágica, fará animação circense com músicas de antigos carnavais.
Programação 
Em novembro, estão previstos mais dois receptivos. No dia 21, o MSC Orchestra (3.173 passageiros) chega a Salvador. No dia 28, será a vez das boas-vindas aos ocupantes do MSC Poesia (3.223). O receptivo é realizado pela Bahiatursa, por meio da Coordenação de Informações Turísticas e Atendimento da Diretoria de Operações Turísticas.
“Vamos fazer valer, durante todo o verão, a fama do baiano acolhedor, mantendo a imagem de receber bem os turistas com todo o entusiasmo, dando as informações necessárias para que tenham dias de muita alegria na capital baiana”, acrescenta Medrado. 
Fonte: Ascom/Bahiatursa