O Programa Corra Pro Abraço realizou a 13ª Capacitação em Redução de Danos e Atenção a População Urbanas Vulneráveis nesta quarta-feira (22), no Espaço Xisto Bahia, em Salvador. Durante o evento foi abordada a utilização da arte e da educação como estratégia de cuidado na política sobre drogas. 
Ao longo do dia, a programação incluiu mesas de debates que possibilitaram o compartilhamento das experiências dos beneficiários do programa. Criado em 2013, o Corra Pro Abraço é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS). 
A apresentação do espetáculo ‘Não Feche a Porta’, que tem o elenco formado por pessoas assistidas pelo programa em Salvador, Lauro de Freitas e Feira de Santana, foi o destaque da programação. 
O secretário da SJDHDS, Cézar Lisboa, assistiu à apresentação e comentou que o Corra Pro Abraço atua para oferecer às pessoas assistidas dignidade e condições para que possam superar a situação de vulnerabilidade social. Ele acrescentou que a qualificação é oferecida a equipes e pessoas que se interessam por esse tipo de atividade, incluindo profissionais vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS). 
Segundo a coordenadora do programa, Trícia Calmon, o Corra Pro Abraço alcançou seis mil pessoas e realizou mais de 30 mil atendimentos nos dois últimos anos. “Esta capacitação representa o último encontro de ciclo que foi iniciado em junho do ano passado. É uma iniciativa voltada para toda a rede de profissionais do campo de atenção e cuidado de políticas sobre drogas e saúde mental”, pontuou.
Repórter: Jairo Gonçalves