Obras em mais de um quilômetro e meio de encostas de Salvador foram entregues, nesta semana, a moradores de áreas de risco e alto risco de deslizamento de terra. Situadas nos bairros de Nova Brasília, Dom Avelar, Fazenda Grande do Retiro, Praia Grande, Boa Vista de São Caetano e Coutos, as intervenções receberam, juntas, investimentos da ordem de R$11 milhões. Ainda foram investidos R$ 23 milhões em obras de urbanização em São João do Cabrito.
Em todas as intervenções, foi usada a técnica do solo grampeado, na qual são inseridos grampos de ferro a uma profundidade que varia de quatro a oito metros. Este método, de acordo com secretário de Desenvolvimento Urbano do Estado, Demir Barbosa, confere à obra um caráter definitivo, que garante sustentabilidade a todo o terreno inclinado que foi coberto, e proteção pelos próximos anos. 
Demir ressalta que os deslizamentos serão evitados, além da contenção, pela colocação de gramados e canaletas para o escoamento e drenagem pluvial. Escadarias com corrimãos foram construídas em pontos estratégicos das encostas com o intuito de qualificar a mobilidade de quem precisa sair do ponto mais baixo para o cume da encosta. 
Cronograma 
Na segunda-feira (13) foram entregues quatro intervenções. Pela manhã, o trecho com 369 metros de encosta da Travessa São Cipriano, em Nova Brasília, foi entregue aos 1.580 moradores da região. Em seguida, 1.442 residentes na Rua dos Romanos, em Dom Avelar, conferiram a cobertura de concreto colocada nos 288 metros de extensão da área elevada. No primeiro bairro, o recurso aplicado foi de aproximadamente R$ 3 milhões, enquanto as obras de Dom Avelar receberam um montante de R$ 935 mil. 
Durante a tarde, foram entregues as obras para os 4.642 moradores da Rua Bom Juá, em Fazenda Grande do Retiro. No local, foi realizada a contenção em 248 metros de encosta, a partir de R$ 656 mil em investimentos. Ainda no turno vespertino, foi entregue a 3.763 residentes da Rua Nova Aliança, em Praia Grade, a cobertura de concreto em 231 metros de terreno inclinado. Nesta última intervenção, foram aplicados R$ 2,9 milhões.  
Na quarta-feira (15), foi a vez de entregar as obras de contenção de 180 metros de encosta da Rua Angélica Rocha, na Boa Vista de São Caetano, aos 906 moradores do entorno. Nesta intervenção, o investimento foi de R$1,8 milhão. Na quinta-feira (16), aconteceu a última entrega da semana, em Coutos, na Rua das Bananeiras. No bairro do Subúrbio Ferroviário, o trabalho, que atende a 2.300 moradores e reuniu recursos de R$ 1,6 milhão, contou com particularidades por ter sido feito em diversos trechos da rua, totalizando uma extensão de terreno de 232 metros. Somando todas as intervenções, chega-se à extensão total de 1.508 quilômetros de encostas cobertas. 
Urbanização 
Em Praia Grande e Coutos, além da contenção da encosta, foram realizadas obras de urbanização. Na primeira localidade, foram construídos um parque infantil, uma rede de esgoto e de drenagem de águas, e realizada a qualificação das ruas e calçadas. Em Coutos, houve a concretagem de acessos, pavimentação de vias e colocação de diversos guarda-corpos. 
O bairro de São João do Cabrito recebeu, na terça-feira (14), obras de urbanização. O investimento de R$ 23 milhões permitiu a recuperação de 1,4 quilômetro de via coberta por paralelepípedo; construção de 1,2 quilômetro de ciclovia; cinco praças; nove quiosques; dois aparatos para ginástica; um campo de areia; três parques infantis; duas baias de coleta de lixo; quatro escadarias; e 40 bases para atracação de barcos.