Para os estudantes do 3º ano do Colégio Estadual Luiz Tarquínio, localizado no bairro da Ribeira, em Salvador, estudar nunca foi tão dinâmico como está sendo agora com a implantação do projeto e-Nova Educação, lançado pela Secretaria da Educação do Estado em parceria com a Google. O uso de Chromebooks com acesso à internet e ferramentas do Google está revolucionando a prática de ensino e fortalecendo o aprendizado dos estudantes através da tecnologia.

A estudante Tatiane Monteiro Lopes, 16, conta que está gostando muito da nova metodologia de aulas. “Fazer os exercícios no Chromebook é muito mais interessante do que fazer no caderno. Antes, tínhamos que copiar os conteúdos no quadro e isso levava tempo. Agora, temos acesso a tudo através do aparelho no qual utilizamos diferentes ferramentas para responder nossas atividades de forma rápida e com o acompanhamento imediato do professor”, disse.

Andrey Santos,16, afirma que seu rendimento nas disciplinas aumentou com o uso das ferramentas e aplicativos como Google Docs e outras. “A forma de responder as questões, formatar e escrever os textos deixou nosso aprendizado ainda mais fácil. Quase não usamos papel, tudo é produzido no Chromebook e de forma online”, revela. Já o seu colega Ygor Luiz Reis, 16, completa que “o professor está lá na sala virtual só para nos auxiliar, pois nós temos tudo na mão e o Google possui uma variedade de conteúdos que podemos explorar e pesquisar”, comemora.

A diretora Lúcia Maria Fagundes comera a implantação do projeto no colégio, que está em atuação desde o ano passado. “O e-Nova veio para dinamizar a metodologia do professor e isso é o que o jovem da atualidade quer vivenciar e os estudantes estão muito felizes com este projeto e queremos que ele se amplie ainda mais”, enfatiza a gestora.

O professor e vice-diretor, Pedro Anselmo São Thiago, acrescenta que o e-Nova Educação vem transformando o eixo pedagógico da unidade escolar. “Para estimular ainda mais o aprendizado dos estudantes, eu criei sete salas virtuais através do Google Sala de Aula, nas quais todos interagem de forma constante, pois compartilham suas atividades realizadas e recebem minhas orientações e correções em tempo real. Essa tecnologia facilitou a resolução da questão de conteúdo e nota, criou uma dimensão de trabalho pedagógico que eu até então desconhecia, facilitou as aprendizagens e criou uma ambiência de cultura de tecnologia na escola”, explica o educador, que recentemente participou de uma formação, juntamente com outros professores, através do projeto.

Sobre o e-Nova Educação

O projeto está levando tecnologias digitais para a sala de aula, integrando acesso à internet de alta velocidade com os dispositivos móveis, dentro da proposta de propiciar a contextualização da Educação no século XXI. O e-Nova Educação contempla, em sua fase piloto, escolas de 11 municípios baianos – Salvador, Feira de Santana, Mata de São João, Camaçari, Lauro de Freitas, Jequié, Vitória da Conquista, Ilhéus, Itabuna, Senhor do Bonfim e Luís Eduardo Magalhães –, englobando 20 escolas das mais variadas modalidades de oferta, desde Centros Noturnos de Educação até escolas regulares, passando, também, por Centros de Educação Profissional, dentre outros. A meta é chegar a 500 unidades escolares ainda este ano, já tendo sido adquiridos 14 mil chromebooks para a distribuição entre essas escolas.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado