O primeiro trimestre de 2018 começou muito bem para os piscicultores baianos. A Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura do Estado (Seagri), distribuiu mais de 4,2 milhões de alevinos (peixes jovens) de tilápias, tambaquis, tambacus e carpas.

Os animais foram entregues a cerca de 3.300 famílias de 61 municípios baianos. "A quantidade de famílias beneficiadas aumentou cerca de 100% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado, enquanto que a quantidade de cidades contempladas com os alevinos cresceu mais de 150% em relação ao mesmo período”, explica o gerente de operações da Bahia Pesca, Antônio Laborda.

Para o presidente empresa, Dernival Oliveira Júnior, os números revelam um aumento da penetração do programa no estado. “Conseguimos, nesses três primeiros meses do ano, ampliar significativamente a quantidade de famílias atendidas e a área de atuação do programa de peixamento. Essa expansão permite a descentralização da produção de pescado, o que é bastante benéfico para o estado”.

Os peixes foram produzidos nas seis estações de piscicultura da Bahia Pesca e são entregues diretamente aos produtores rurais, colônias e associações, ou a representantes das prefeituras municipais, que fazem o repasse dos animais às famílias produtoras.

Fonte: Ascom/Bahia Pesca