A Base Comunitária do Calabar (BCS), em Salvador, recebeu a visita do cônsul da Embaixada Americana, James Story, na tarde desta terça-feira (10). O encontro teve por finalidade apresentar as atividades desenvolvidas na BCS ao cônsul, assim como estreitar o diálogo entre o representante norte-americano e jovens lideranças do bairro. 
Recebido com apresentação de alunos do Projeto Primeiro Som, o cônsul explicou que “essa é uma oportunidade para nós entendermos como essa iniciativa está funcionando aqui. O Governo da Bahia tem feito um bom trabalho. É muito importante o trabalho dos policiais que atuam na base junto aos moradores desta região. Tenho uma boa impressão do que vi até agora”. 
Para a capitã Aline Muniz, comandante da BCS Calabar, a visita fortalece as ações desenvolvidas pela Polícia Militar em parceria com a comunidade. “Para nós, é muito gratificante ter a oportunidade de relatar tudo que vivenciamos aqui enquanto comunidade para alguém de outro país. Tenho certeza que a partir desse encontro, a BCS e a comunidade do Calabar e Alto das Pombas poderão colher bons frutos e ter nossas ações divulgadas para outros países”. 
Inaugurada em 2011, a BCS Calabar foi a primeira unidade do tipo na Bahia. Ela desenvolve 13 projetos sociais na região. Entre as atividades estão iniciação musical e canto, judô, aulas de inglês e capoeira. Uma das novidades base é o curso de mecânica para mulheres, que foi iniciado nesta terça (10).
A BCS Calabar também promove ações voltadas à população em situação de vulnerabilidade social e oferece serviços de apoio a pessoas com deficiência. No total, 18 bases comunitárias de segurança estão instaladas em Salvador e no interior do estado. Todas atuam com foco no policiamento comunitário. 
Repórter: Jairo Gonçalves