Fortalecer, difundir e preservar a memória da capoeira na Bahia. Esse é o principal objetivo do Edital de Seleção de Projetos de Valorização da Capoeira, apresentado pelo Governo do Estado, nesta quarta-feira (4), no Largo Tereza Batista, no Pelourinho/Centro Histórico de Salvador. O evento reuniu mestres, professores e praticantes de capoeira.

Com um investimento de R$ 500 mil, oriundos da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o edital vai contemplar organizações sociais sem fins lucrativos, que tenham, no mínimo, um ano de existência.

Edital capoeira
Edital tem investimento de R$ 500 mil e foi apresentado pela Setre a mestres e praticantes de capoeira.
(Foto: Yago Matheus/Ascom Setre)

“É muito gratificante saber que há uma preocupação e um cuidado com a cultura da capoeira, porque ela é a que mais divulga o estado da Bahia no mundo inteiro. A gente precisa de fato criar um mecanismo que possibilite aos capoeiristas criarem mais ações, fomentarem mais as suas comunidades.”, destacou o mestre Tonho Matéria.

Filho do lendário Mestre Bimba, criador da capoeira regional, o Mestre Nenéu afirmou que esse tipo de apoio é um sonho dos mestres antigos, inclusive, de seu pai, que reclamava que, na época dele, havia investimento para manifestações como o Carnaval, mas não para a cultura da capoeira.

Presente na apresentação, a secretária Olívia Santana reforçou a necessidade do apoio ao segmento. “A capoeira é um símbolo do nosso estado, do nosso País. Por isso, deve ser apoiada e fortalecida, e é isso que esse edital busca”. Também participou do encontro o diretor geral da Sudesb, Elias Dourado.

Fonte: Ascom/Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado (Setre)