Seguem abertas, até esta segunda-feira (30), as inscrições destinadas a educadores, estudantes e pesquisadores de todo o Brasil interessados em submeter trabalhos científicos para apresentação no XIX Encontro Internacional Virtual Educa, um dos maiores eventos mundiais sobre inovação e tecnologia aplicadas à Educação, que será realizado de 4 a 8 de junho, pela primeira vez, na Bahia. A seleção será feita por uma comissão científica internacional e divulgada no dia 7 de maio. A inscrição é gratuita e deve ser realizada on-line, no site da iniciativa.

Após a divulgação dos trabalhos selecionados, os autores terão um prazo para confirmar a participação e também solicitar revisões de possíveis erros. O resultado final será no dia 11 de maio, e a programação geral do encontr, no dia 25 de maio. Também estão abertas, até 20 de maio, no link do site do evento as inscrições para os interessados em apenas participar do encontro. Para professores e profissionais de Educação das redes municipal, estadual e federal do estado da Bahia as inscrições são gratuitas.

O Virtual Educa reunirá grandes personalidades da área de Educação do Brasil, da América Latina, Caribe e da África e terá como tema ‘Educação para transformar a sociedade em um espaço multicultural único’. As atividades acontecerão no novo Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado, a ser inaugurado no antigo Instituto Central Isaías Alves (Iceia), no bairro do Barbalho, em Salvador.  Paralelamente, o evento envolverá o Fórum Global de Educação e Inovação ‘Cooperação Sul-Sul’, voltado para representantes governamentais e de instituições internacionais, a ser realizado no Porto de Salvador.

O objetivo do Virtual Educa, criado em 2001, é fomentar a inovação na Educação para promover a transformação social e o desenvolvimento sustentável, especialmente na América Latina e no Caribe. O encontro opera por meio de uma aliança de organizações internacionais, agências multilaterais e instituições públicas e privadas, que reúne os setores público, empresarial, acadêmico e da sociedade civil. Nesta edição do encontro, será lançado o programa Think Blue, do Banco Mundial, que busca estabelecer um marco mundial sobre a economia do mar, com foco na sustentabilidade.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado