Com o objetivo de discutir a oferta e a demanda da Educação Profissional e Tecnológica no Território de Identidade do Extremo Sul da Bahia, integrantes do setor produtivo, representantes do mundo do trabalho e estudantes participaram, nesta terça-feira (17), de mais uma edição do Seminário Territorial de Educação Profissional, promovido pela Secretaria da Educação do Estado, no município de Teixeira de Freitas. O encontro, que prossegue nesta quarta-feira (18), acontece no Centro Territorial de Educação Profissional do Extremo Sul (Cetep).

Na ocasião, além da oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica regular, também está sendo debatida a oferta de programas federais que já são ofertados ou que serão implantados nas unidades escolares do território. Os participantes abordaram, ainda, as novas perspectivas do mundo do trabalho.

O superintendente de Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Durval Libânio Netto, disse que o Estado vem ampliando, cada vez mais, a oferta de cursos com foco no mundo do trabalho e na Educação Empreendedora e que os seminários contribuem com o planejamento estratégico. “Estes seminários são fundamentais para que possamos ouvir os diferentes atores destes territórios sobre o que a gente ainda precisa ofertar, dialogando junto com outras instituições que também ofertam a Educação Profissional na Bahia, como o Instituto Federal da Bahia, o Instituto Federal Baiano e o Sistema S, como o Sebrae e Senai, que estão juntos conosco nessa perspectiva”, afirmou.

O ex-estudante do CETEP, Israel Aguiar Enriqueta, 19, que concluiu o curso técnico em Informática, em 2017, falou para o público presente sobre a sua experiência com o curso e o mundo do trabalho. “Gostei muito de ter feito o curso, pois a área de atuação é ampla e toda empresa precisa de um profissional de Informática. Podemos trabalhar com programação, manutenção de computadores e rede, desenvolvimento de aplicativos, gerenciamento de banco de dados, dentre outras atividades. Vim aqui para incentivar outros jovens a seguir em suas áreas, porque o mercado necessita de profissionais bem preparados e o CETEP nos prepara para isso”, revelou o jovem, que já trabalhou em duas empresas após a conclusão do curso e, atualmente, está cursando a faculdade de Engenharia Civil.

Para os estudantes do curso técnico em Administração, Karla Ferreira Lima, 16, e Rodrigo de Jesus, 17, o evento foi enriquecedor. “Gostei muito das palestras porque abordaram sobre o diferencial de cada curso e a importância para o mercado de trabalho”, afirmou Karla. Já Rodrigo completou que “as abordagens foram motivadoras, pois os palestrantes nos incentivaram a nos aperfeiçoar nas nossas áreas de atuação”, concluiu.

O seminário territorial já contemplou os Territórios de Identidade do Litoral Sul, em Ilhéus; do Sisal, em Serrinha e Bacia do Jacuípe, no município de Ipirá. O próximo está previsto para acontecer em Barreiras, com data a definir, para atender ao Território da Bacia do Rio Grande.


Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação do Estado