A biblioteca do Colégio Estadual Teotônio Vilela, em Feira de Santana, no centro norte da Bahia, foi revitalizada com a participação de estudantes, professores e gestores. As intervenções deixaram o ambiente mais organizado e acolhedor. As paredes ganharam pintura e novos quadros. Os livros foram catalogados e a mobília recuperada utilizando material reciclável. As cadeiras, por exemplo, ganharam forro de tecido e as mesas de papel decorativo.
“A biblioteca ficou linda e muito organizada. Realizar essas atividades é muito bom para eles adquirirem a consciência patrimonial, além de valorizar o espaço e reforçar o sentimento de pertencimento da escola. Provamos que quando todos trabalham, é possível transformar o ambiente e melhorar a qualidade de vida. Os estudantes estão cuidando da escola com muito carinho e aproveitando melhor os espaços”, explica a diretora da unidade escolar, Maria Conceição Oliveira. 
A estudante Renata de Jesus, 13 anos, do 9º ano do Ensino Fundamental, confessa que passou a frequentar mais a biblioteca após a reforma. “Antes, não frequentava muito a biblioteca, passava pelo espaço apenas para pegar algum livro para as atividades da escola. Agora, todo tempo livre que tenho estou na biblioteca, pesquisando novos títulos, lendo ou até conversando”, conta.  
Aline Lima, 13, também do 9º ano, concorda com a colega. “Depois da reforma, o ambiente ficou mais motivador para os estudos, para passar o tempo e até para se reunir com a turma para fazer as atividades que os professores passam. A biblioteca é um dos lugares mais importantes da escola e precisa de cuidado”, comenta.   
A biblioteca do Colégio Estadual Idelzito Eloy de Abreu, em Ituberá, no sul da Bahia, também foi revitalizada e ganhou o nome da ex-diretora da unidade, Ana Cris. A cerimônia de entrega da nova biblioteca ocorreu durante os festejos pelos 38 anos do colégio, que ainda incluiu gincana, apresentações literárias e momento cultural promovido pelos estudantes para a comunidade escolar.
Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado