O projeto LáláB – Pague Minha Pauta chega à sua última semana de atividades com duas apresentações da banda Metá Metá e uma oficina voltada para as práticas de seletor, ritmo e poesia, com o artista sonoro e produtor cultural Edbrass. Com o apoio do Fundo de Cultura do da Bahia, por meio do Edital de Dinamização de Espaços Culturais, a iniciativa realizou 40 shows e quatro oficinas entre os meses de janeiro e abril, no Lálá Multiespaço, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. As ações têm realização do Lálá com produção da Maré Produções Culturais.

O trio Metá Metá encerra os shows do projeto com apresentações nestas quinta e sexta-feira (26 e 27), às 21h. O grupo apresenta seu terceiro álbum, MM3, com fortes influências da África do Norte, de países como Marrocos, Etiópia, Niger e Mali. O álbum foi gravado ao vivo e apresenta em sua sonoridade muita flexibilidade, dinâmica e improvisação, buscando ser fiel à sensação de êxtase, catarse e transe que o grupo transmite em seus shows.

LaláB
Foto: Ccrewactive

No sábado (28), das 10 às 18h, o músico EdBrass Brasil realiza no Lálá a oficina ‘Sound System: Práticas de Seletor, Ritmo e Poesia’. A atividade é voltada para artistas da voz e da palavra, seletores e escritores, e terá seis horas de duração, com um intervalo para almoço, e 15 vagas disponíveis. Os interessados devem se inscrever pelo e-mail contato@mareproducoesculturais.com.br, enviando nome, idade, telefone, breve currículo e texto de cinco linhas sobre o que motiva a participação na oficina. As inscrições podem ser feitas até sexta (27), às 12h. Os selecionados receberão confirmação por e-mail. Uma jam session com os participantes, no mesmo dia, às 22h, encerra o projeto ‘LáláB – Pague Minha Pauta
.
Fundo de Cultura

Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artísticas e culturais baianas, o Fundo de Cultura da Bahia (FCBA) custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. São financiados, preferencialmente, aqueles que, apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada.

O FCBA está estruturado em quatro linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação – Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Mais informações estão disponíveis no site da Secult.

Fonte: Ascom/Secretaria de Cultura do Estado (Secult)