Para comemorar os 110 anos da imigração japonesa no Brasil, o Laboratório de Educação Digital: Museu, Arte e Cultura (LabDimus) promove uma oficina de mangá em parceria com alunos do 9° ano do Colégio Estadual Azevedo Fernandes. O projeto teve início no último dia 26, com orientação da professora Adriana Santana.
O objetivo da oficina é apresentar novas possibilidades de aprendizagem sobre outras culturas através da história, orientações e técnicas de quadrinhos japoneses. As aulas acontecem no LabDimus, localizado no Centro Cultural Solar Ferrão, na Rua Gregório de Mattos, 45, Pelourinho, todas às segundas-feiras, das 9h às 11h.
“A atividade estabelece o diálogo entre os conteúdos trabalhados nos espaços da Diretoria de Museus [Dimus] e a grade curricular dos estudantes. Além de estimular o trabalho em grupo”, explica a coordenadora do LabDimus, Cristina Melo. O resultado dessas oficinas será apresentado dentro da programação da 16° Semana de Museus da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Dimus/Ipac). Comemorando o Dia do Museu (18 de maio), o evento acontece de 14 a 20 de maio com o tema ‘Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos’.
LabDimus 
O LabDimus desenvolve atividades direcionadas às novas mídias digitais, propondo, executando e avaliando as oficinas que desenvolve. Com foco em atividades com grupos escolares e público em geral, o LabDimus faz a interlocução entre as novas tecnologias e as coleções em exposição nos museus Dimus. 
As atividades integram as diversas linguagens da comunicação: sonora, visual, impressa e audiovisual. O LabDimus integra a Dimus, unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (Secult). 
Fonte: Ascom/Dimus