Vinte jovens que se destacaram na edição do Desafios Bahia Hackathon, nas categorias mobilidade e intermediação de mão de obra, realizada dentro da Campus Party Bahia, em agosto do ano passado, embarcaram nesta terça-feira (30) para São Paulo, onde participam da edição nacional da maior experiência tecnológica do mundo. Vencedores do hackathon baiano, os jovens estudantes vão tentar repetir a fórmula de sucesso em São Paulo, ganhando um desafio a nível nacional, com apoio do Governo do Estado, por meio das secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). 
Os dois projetos vencedores, na ocasião, foram o aplicativo BusApp, na categoria mobilidade, dos estudantes Diego Leite, Jonata Weber, Dilan Nery, Igor Pereira e Calebe Oliveira; e a plataforma Emprega, na categoria intermediação de mão de obra, de Ana Amélia Campos dos Anjos, Ícaro Ariel Carneiro Leite, José Diôgo da Silva Carneiro, Juliana de Carvalho Santana e Kevin Oliveira da Silva. Os projetos classificados em segundo e terceiro lugar, de cada categoria, Move e GoBahia (Mobilidade) e Vagas Fácil e Bahia Empregos (Trabalho), respectivamente, também foram premiados, conforme regulamento.
A iniciativa será acompanhada de perto pelo secretário e chefe de Gabinete da Secti, Vivaldo Mendonça e Rodrigo Hita, respectivamente. Também presente à edição nacional da Campus Party, o coordenador do Desafios Bahia Hackathon, Sócrates Santana, explica que além de executar as maratonas de programação, a Secti busca acompanhar cada talento descoberto com a expectativa de transformar as ideias em soluções para o setor público ou negócios para a iniciativa privada. “Participar de um hackathon pode ser o primeiro passo para criar uma empresa de inovação”, destaca.
Vencedora na categoria trabalho, a soteropolitana Ana Amélia conta que a expectativa é grande. “Estamos nos ajustando sobre participação em desafios. Eu, particularmente, estou focada nos workshops e palestras sobre educação, inovação e empreendedorismo, muito por conta do MBA que ganhei na premiação do Hackathon Desafios Bahia”. 
Para Juliana Santana, estudante de Sistemas de Informação da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), também ganhadora do desafio baiano, a agenda da Campus promete muita coisa boa. “Espero agregar bastante conhecimento. Como equipe, estamos pesquisando e analisando os desafios e hackathons da CPBR”.
Fonte: Ascom/Secti