O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, visitou, nesta terça-feira (9), as instalações dos Colégios Estaduais Alípio Franca, no Bonfim, Filadélfia, em Vila Canária, e David Mendes, em Pau Lima, na capital baiana. Durante a passagem pelas escolas, Pinheiro avaliou possíveis intervenções na rede física, discutiu novas ofertas de ensino para as comunidades e dialogou sobre novas metodologias pedagógicas.
Ao percorrer as unidades, o secretário destacou as ações realizadas para melhorar a educação nas escolas. “Estamos trabalhando para transformar as escolas em um local que proporcione aos estudantes – além da aprendizagem do ensino médio – um espaço de esporte, cultura, ciência, empreendedorismo, preparando-os também para o mundo do trabalho, com a oferta de novos cursos da Educação Profissional e Tecnológica de curta duração, o que queremos implantar em todas as unidades escolares. Ainda queremos ofertar cursos técnicos e de especialização para moradores da região, assim como a formação continuada dos professores para o melhor atendimento à comunidade”, afirmou. 
O vice-diretor do Alípio Franca, Paulo Robson Oliveira, contou que a passagem do secretário na unidade “foi bem válida porque pudemos mostrar algumas demandas, como a reforma da quadra. Também conversamos sobre algumas necessidades de reestruturação e a possibilidade de aumentar a oferta da Educação Profissional, que, em 2018, inicia com os cursos de nível médio em Administração e Logística”. 
Já a diretora Flávia Barbosa, do Filadélfia, comentou que “o secretário sempre teve uma preocupação com essa região, que tem uma grande demanda por vagas nas escolas da rede estadual. Em 2016 começamos a ofertar o ensino médio e agora recebemos a sinalização para a possibilidade de construção de uma nova escola para atender o bairro. Fico muito feliz pela sensibilidade e acessibilidade que Pinheiro sempre mostrou com todos nós”.
No David Mendes, a diretora Marília Santos ressaltou a confiança que o gestor ganha com a visita do secretário. “É muito positivo esse contato porque podemos esclarecer dúvidas e ouvir sugestões que podem melhorar o desenvolvimento da unidade. Os funcionários tiveram a chance de conversar com ele e ficamos muito satisfeitos com a postura de sempre reafirmar a importância da autonomia dos diretores para a melhoria da educação".
Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado