Uma parceria entre o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica e o LabDimus – unidades da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac) localizadas no Pelourinho – vai oferecer o ‘Minicurso de Ritmos Brasileiros’. Gratuito, o minicurso conta com três etapas (história da música, teoria musical e a prática percussiva) e acontece em 22, 24, 29 e 31 de janeiro, das 14h às 17h, sendo as primeiras datas destinadas ao Forró e as duas finais ao Samba. As inscrições (faixa etária a partir de 12 anos) devem ser feitas via e-mail: educativoudoknoff@gmail.com, presencialmente no museu ou através do contato (71) 3117-6389. O curso possui um limite de até 15 vagas e o participante pode trazer seu próprio instrumento, porém é opcional.

“O Minicurso de Ritmos Brasileiros consiste na apresentação da história, teoria rítmica e prática percussiva dos ritmos: baião, xote, xaxado, pé de serra, vaquejada, samba, samba de roda, samba canção, bossa e samba enredo. O objetivo é popularizar a história dos ritmos apresentados com os instrumentos utilizados em cada um deles; dar acesso à prática percussiva e fomentar à prática musical”, explica a coordenadora do museu, Renata Alencar.

Para a sua realização, o minicurso conta com a participação dos egressos do 1° Emprego e colaboradores do museu e LabDimus: Carine Nascimento (multiinstrumentista e educadora musical), Gabriel Dantas (violinista, violonista, pesquisador na área de História da Música e educador musical) e Elizabeth Ladeia ( preparadora coral e educadora musical). Materiais utilizados: triângulo, zabumba, caxixi, agogô, pandeiro, tamborim, congas, caixa clara, bacurinha, surdo, violino, violão e ukulelê, lápis.

No dia 22 de janeiro, o curso será voltado para o forró, com história da música com Gabriel Dantas e prática percussiva com Carine Nascimento. No próximo dia 24, o forró será apresentado em aula sobre teoria-ritmo com Elizabeth Ladeia e prática percussiva com Carine Nascimento. No dia 29, é a vez da história da música do samba, com Gabriel Dantas, e prática percussiva com Carine Nascimento. Já no dia 31, teoria-ritmo com samba, com Elizabeth Ladeia e prática percussiva com Carine Nascimento. As aulas acontecem no LabDimus (para a parte teórica) e Praça das Artes (para a prática).

LabDimus

O Laboratório de Educação Digital: Museu, Arte e Cultura desenvolve atividades direcionadas às novas mídias digitais, propondo, executando e avaliando as oficinas que desenvolve. Buscando atividades com grupos escolares e público em geral, o LabDIMUS faz a interlocução entre as novas tecnologias e as coleções em exposição nos museus DIMUS. Com isso, pretende manter o intercâmbio com as instituições de ensino de forma interdisciplinar, contribuindo para a melhoria da educação formal a partir da promoção de oficinas de interesse de professores e estudantes. As atividades integram as diversas linguagens da comunicação: sonora, visual, impressa e audiovisual. Acesse o canal no YouTube e conheça mais sobre o LabDIMUS e os projetos. Endereço: Rua Gregório de Mattos, 39 – subsolo, Praça das Artes – Pelourinho, Salvador (BA). Contato: (71) 3116-6714.

O museu

O Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho) dispõe de dois ambientes ocupados por materiais referentes à arte da cerâmica e do azulejo. A área inferior expõe as peças criadas pelo ceramista Udo Knoff – idealizador do museu -, além de proporcionar uma visão cronológica da existência do azulejo disposta do século XV ao XX, incluindo sua chegada ao Brasil, no século XVII. Já a sua área superior, exibe fotografias de prédios revestidos com azulejos confeccionados pela oficina de Udo Knoff, fruto de projetos de artistas renomados do estado da Bahia. Completam a exposição, objetos confeccionados nas oficinas desenvolvidas pelos museólogos da casa, que realizam atividades educacionais com o objetivo de se manter o desejo de Udo Knoff. O espaço sediado no Pelourinho, em Salvador, integra a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) da Secretaria de Cultura do Estado (Secult). Visitação gratuita: terça a sábado das 13h às 17h. Endereço: Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho – Salvador (BA)/(71) 3117-6389.

Fonte: Ascom/Dimus