O turista que chegar à Bahia pelo Porto e Aeroporto de Salvador, durante o Carnaval, será recebido com música e dança, além de entrar na cidade já com a cara de baiano. No receptivo especial preparado pela Bahiatursa, estão previstas distribuição de fitinhas do Senhor do Bonfim, apresentações musicais, oficina de turbantes e pintura tribal. A programação será aberta no dia 8 de fevereiro, com as boas-vindas aos que chegam para a folia, e encerrada no dia 18, quando termina a Operação Até Breve.
Na área interna do Portão de Desembarque Nacional do Aeroporto Internacional de Salvador, o receptivo ocorrerá de 8 a 10 de fevereiro. As baianas tipicamente trajadas estarão a postos com as fitinhas do Bonfim das 9h às 15h.  A pintura tribal acontece das 10h às 12h, enquanto a oficina de turbantes, das 13h às 14h30, quando um grupo de samba de roda também vai animar os turistas.
Nos dias 12 e 13, o receptivo será realizado no Porto de Salvador, coroando a ação iniciada no último dia 15 de novembro com a abertura da temporada de cruzeiros marítimos, que vai até o mês de abril.  Durante o Carnaval, está prevista a chegada de três transatlânticos, com capacidade total para cerca de R$ 7,5 mil passageiros, que permanecem algumas horas na capital baiana e se dirigem a Ilhéus.
Segundo o superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado, a arte de bem receber é uma das características que distinguem o baiano. “O receptivo é uma forma de demonstrar nossa simpatia, atendendo bem os turistas e fazendo com que o período em que permaneçam na Bahia seja inesquecível”, afirma, ao lembrar que a Operação Até Breve também já é uma tradição.
Operação Até Breve 
O diretor de Operações Turísticas da Bahiatursa, Paulo Vital, informa que o ‘Até Breve’ acontece de 14 (Quarta-feira de Cinzas) a 18 de fevereiro, das 9h às 15h, com as baianas convidando os turistas a voltar para o São João da Bahia. Um trio de forró e um casal de dançarinos também vão fazer uma prévia da alegria das festas juninas, das 11h às 13h, na área externa do portão de desembarque nacional do aeroporto. 

Fonte: Ascom/Bahiatursa