A culminância do projeto ‘3º Diálogos Pertinentes: Gênero e Sexualidade’, do Colégio Estadual Odorico Tavares, no Corredor da Vitória, em Salvador, aconteceu, nesta sexta-feira (1º), em clima festivo com apresentações de dança e de teatro. A ação, que envolveu 550 alunos dos 1º e 2º anos do Ensino Médio, foi trabalhada ao longo da terceira unidade, por meio de pesquisas e discussões sobre a temática, manifestada via poesia, teatro, música, dança e produção de vídeos.

O objetivo do trabalho, de acordo com a professora de História, Luciana Senna, uma das idealizadoras do projeto, foi abrir diálogo sobre o respeito às diferenças e valorização às mulheres. A estudante Yngrid Balieiro, 17, 2º ano, falou da importância do projeto. “Os tempos vão mudando e as pessoas vão sentindo encorajadas e com necessidade de discutir temas que são atuais”.

Colégio Odorico
Foto/Ascom/Educação

A escola como um ambiente de aprendizagem e convívio social, segundo a aluna, “é um local importante para discutirmos assuntos da nossa realidade, como gênero e sexualidade”. Para o colega Hevi Silva, 17, 2º ano, “o respeito é importante para que as pessoas convivam bem com a diversidade social, cultural, religiosa e racial”.

Durante o processo de construção do evento, os estudantes participaram de uma série de atividades, envolvendo oficinas de dança, música, poesia, vídeo, fotografia e teatro, além de palestras ao longo de toda a terceira unidade. “Começamos a construir o projeto há três anos, por iniciativa de ex-estudantes que sentiam a necessidade de discutir questões como violência contra a mulher e homofobia. O trabalho se consolidou com a proposta de buscar uma educação que combata o machismo e a desvalorização da mulher”.

O projeto contou com a parceria dos estudantes de música do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Salvador; do Instituto Federal da Bahia (Ifba), que cedeu a sala de projeção; do Coletivo Quilombo; do Grupo Atuar; dos ex-alunos da escola e de professores de outras unidades escolares.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado