Com o objetivo de promover uma maior conscientização dos estudantes sobre a necessidade da prevenção à saúde, alertando para os riscos de doenças sexualmente transmissíveis, como o HIV/ AIDS, e alertar sobre a necessidade do uso de contraceptivos para evitar a gravidez na adolescência, escolas da rede estadual realizaram, nesta sexta-feira (1º), diversas atividades, para marcar o Dia Mundial de Combate à AIDS. As ações alusivas ao tema foram desenvolvidas durante o ano letivo em sala de aula, no âmbito do Projeto Educação e Saúde, da Secretaria da Educação do Estado, em parceria com as Secretarias estaduais da Saúde, da Fazenda e o Banco Mundial.

No Colégio Estadual Carlos Barros, localizado no bairro Paripe, em Salvador, os estudantes participaram de uma roda de conversa com funcionários do posto de saúde da comunidade, sobre índices de gravidez na adolescência, DSTs e orientações sobre prevenção ao HIV/AIDS. Também receberam preservativos masculinos e femininos. “Atividades assim despertam o interesse deles pelo assunto, deixando-os mais à vontade para tirar suas dúvidas. A gente, enquanto profissional de biologia, tem a obrigação de abordar determinados assuntos em sala de aula, mas quando é trabalhado com profissionais da área, amplia os conhecimentos dos alunos”, declara a professora Cybelle Lobão.

A estudante Ana Beatriz Ferreira, 16, 2º ano, participou da atividade e conta que está sendo muito infortmativa e esclarecedora. “Os enfermeiros mostraram um gráfico com os números de gravidez na adolescência e de casos de doenças sexualmente transmissível aqui em Salvador e em todo o Estado. Acho muito importante que a escola, um local onde há muitos jovens e de muito conhecimento, trate deste assunto, que é tão relevante e que diz respeito a todos nós”, pontua.

O Colégio Estadual Edgard Santos, no Garcia, realizou ações durante toda a semana. Entre as atividades estavam o torneio de futsal e visitas a dois postos de saúde do entorno da escola. “Realizamos a semana da saúde que culminou nesta sexta-feira com o dia de luta contra a AIDS. Além do torneio inter-salas, estudantes visitaram postos de saúde e assistiram palestras sobre gravidez na adolescência, planejamento familiar, doenças sexualmente transmissíveis e coletaram material informativo para a distribuição na escola. Hoje, também, tivemos apresentações de música e dança, exposição de painéis com dicas de prevenção e distribuição de preservativos”, explica a professora e organizadora do evento, Taíse Farias.

A programação em alusão ao dia mundial de luta contra a AIDS segue, neste sábado (02), nos Colégios Estaduais Brigadeiro Eduardo Gomes, em Brotas, e Celina Pinho – Classe VIII, no Curuzu. Já na segunda-feira (04), a atividade será no Colégio Estadual Edvaldo Fernandes, em Tancredo Neves, com exibição de vídeos, concurso de frases sobre o tema e envolverá, ainda, apresentações artísticas. No Colégio Polivalente do Cabula, os estudantes irão participar de uma gincana educativa, nos dias 6,7 e 8 de dezembro.


Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação do Estado