Mais cinco municípios começam a ser atendidos pelo Saúde sem Fronteiras Rastreamento do Câncer de Mama. Desta vez, a iniciativa segue para Elísio Medrado, Jaguaripe e São Felipe, na região de Santo Antônio de Jesus, e Arataca e Canavieiras, na região de Ilhéus. O programa promove a realização de mamografia, exame que detecta precocemente o câncer de mama, em mulheres de 50 a 69 anos, faixa etária considerada pelos especialistas como a mais propícia para o aparecimento da doença.
Em Elísio Medrado, 558 mulheres poderão realizar o exame no período de 2 a 6 de setembro, na unidade móvel que ficará estacionada na Praça Salvador Andrade, nas proximidades da Prefeitura. Já em Arataca, a unidade móvel vai ficar estacionada na Praça João Gonçalves de Queiroz, no Centro da cidade, praça onde está localizada a Prefeitura Municipal. No município, 514 mulheres poderão fazer mamografias de 4 a 8 de setembro.
Em Jaguaripe e São Felipe, as ações do Rastreamento do Câncer de Mama começam no dia 4 e prosseguem até 11, em Jaguaripe, e dia 16, em São Felipe. Nos dois municípios, 2.092 mulheres de 50 a 69 anos estão aptas a realizarem o exame. As unidades móveis ficarão estacionadas na Praça Municipal Muniz Ferreira, no Centro de Jaguaripe, e na Praça Carlos Moura, nas proximidades do Colégio Renato Medrado, em São Felipe. 
Em Canavieiras, a unidade móvel ficará estacionada entre os dias 5 e 16, na Praça da Bandeira, no centro da cidade, nas proximidades da Prefeitura Municipal. Neste município, 1.927 mulheres podem realizar o exame de mamografia. 
Integralidade
Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia. Realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesab), o programa é uma ferramenta de acesso da mulher às ações de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama. 
O Saúde sem Fronteiras tem como diferencial o acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, com a oferta de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando a integralidade do atendimento.
Fonte: Ascom/Sesab