Um dia inteiro dedicado à prestação gratuita de serviços e cidadania. A Caravana da Justiça Social, promovida pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) chegou ao município de Catu, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), nesta sexta-feira (29). Na 10ª edição da Caravana, o serviço mais procurado continua sendo a emissão da segunda via da Carteira de Identidade (RG). "Tinha tirado minha Identidade só com 16 anos, então precisava renovar, até porque é importante andar sempre com os documentos em mãos", afirmou Sandra Soares.
O mutirão de documentação também proporcionou emissão de carteira de trabalho, CPF, certidão de casamento e de nascimento – tudo inteiramente gratuito. A SJDHDS emite ainda o Passe Livre, que assegura gratuidade no transporte intermunicipal para pessoas com deficiência. "Hoje em dia, a crise está aí, para todo mundo. Então, o Passe Livre vai ajudar muito, porque preciso ficar indo a Salvador para fazer meu tratamento na perna", comentou dona Maria Araújo.
Já a juventude pôde se cadastrar para tirar a Identidade Jovem – ID Jovem, que assegura gratuidade em viagens interestaduais, além do benefício da meia-entrada em eventos artísticos e esportivos. Durante o lançamento do programa, a Prefeitura anunciou a implantação do Plano Municipal de Políticas para a Juventude e assinou decreto para criação do Conselho Municipal da Juventude.
"Nossa Secretaria tem inúmeras ações para a juventude. Temos convênios com Olodum e Ilê Ayiê, que promove oficinas gratuitas, o Neojiba, que capacita crianças e jovens através da arte. Então, parabenizo a Prefeitura pela criação do Conselho e coloco a Coordenação de Juventude da SJDHDS para dar total apoio a sua efetivação. É um chamamento para que vocês, jovens, tomem nas suas mãos o destino de Catu e o seu destino", destacou o titular da SJDHDS, Carlos Martins.
Foto: Daniele Rodrigues/SJDHDS
(Foto: Daniele Rodrigues/SJDHDS)
Cidadania e Promoção Social
A Caravana da Justiça Social ainda incluiu serviços de saúde, ações de vacinação, exames gratuitos de DNA, atendimento ao consumidor com o Procon, orientação e assistência jurídica. Também foram prestados atendimentos do Bolsa Família e dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e de Referência Especializado (Creas), e palestras e capacitação para Conselheiros Tutelares da Rede de Proteção da Criança e Adolescente, envolvendo municípios de toda Região Metropolitana.
Atividades culturais, apresentações de grupos folclóricos e de capoeira, oficinas de pintura e reciclagem, e contação de histórias completaram a programação da Caravana."É uma das principais ações da secretaria, que assegura mais dignidade à população, proporcionando o acesso a serviços e direitos fundamentais. É justiça social na prática e promoção dos Direitos Humanos", acrescentou Martins.

Pacto pela Vida
Iniciada em 2016, a Caravana surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, visando assegurar o acesso de comunidades carentes, inicialmente de Salvador e Feira de Santana, aos serviços básicos e fundamentais. Somente no ano passado, mais de 16 mil pessoas foram atendidas dentro do projeto em todo o estado.
Fonte: Ascom/SJDHDS