A Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado (Sepromi) divulgou nesta quarta-feira (20), no Diário Oficial do Estado, a lista de classificação das entidades e projetos que concorrem no edital Novembro Negro 2017, que tem investimento total de R$ 500 mil e o objetivo de incentivar iniciativas que valorizem os ideais de luta, liberdade e emancipação do povo negro, além de fortalecer o calendário de atividades do Novembro Negro, o mês da consciência negra.

A relação completa dos aprovados está disponível no site do órgão. Com o ato, que segue o cronograma previsto na chamada pública, as instituições proponentes ficam encarregadas da apresentação dos documentos necessários para habilitação, entrega que deve ser feita até a próxima quinta-feira (27), presencialmente, na sede da Sepromi (Avenida Manoel Dias da Silva, nº 2.177, Pituba, Salvador/BA- CEP 41.830-000), ou por meio dos Correios (via Sedex), para o mesmo endereço.

A previsão do edital é apoiar até 15 projetos que tenham como público-alvo a população negra baiana e também os povos e comunidades tradicionais. A ação faz parte do calendário de 10 anos de implantação da Sepromi e integra as estratégias da Década Internacional Afrodescendente na Bahia.

Fonte: Ascom/Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado (Sepromi)