Após uma trajetória de sucesso, chega a Salvador o espetáculo teatral Manhã, do Grupo Domo, de Brasília. A montagem, que se apresenta na sexta (22) e sábado (23), às 20h, e domingo (24), às 19h, no Teatro Vila Velha – espaço apoiado pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), através do edital de Apoio a ações continuadas de instituições culturais, do Fundo de Cultura da Bahia –, propõe uma viagem poética, sensorial e envolvente, para falar sobre as relações humanas e, ao mesmo tempo, lembrar que amor é sempre amor, independente de credo, sexo e tradição.

O conflito entre o mundo como aspiramos e como na realidade ele se apresenta, dá o tom maior do enredo, construído a partir da relação entre dois homens, que se amam e procuram, em um momento crise, compreender-se para reencontrar um vínculo mais duradouro e verdadeiro. A peça se passa durante apenas uma noite na vida desses amantes, uma madrugada repleta de surpresas e decisões até o amanhecer, que traz a luz renovada, a claridade e a possibilidade de se fazer e ser o novo. A relação homoafetiva faz o pano de fundo da trama, mas os temas abordados são universais.

Com texto de André Garcia, a montagem do espetáculo “Manhã” envolveu um ano de trabalho contínuo, em um processo aprofundado de pesquisa e criação. A encenação tem como proposta revelar em cena os aspectos objetivos e subjetivos dos personagens para compor atmosferas variadas, emocionais e simbólicas. Os dois atores principais são auxiliados por dois atores “sombras”, duas figuras vestidas de branco, que movimentam a estrutura cenográfica e os objetos de cena – ou até os próprios atores -, participando como “motores” de toda a encenação. Esses atores são uma releitura da figura do “kôken”, do teatro Noh japonês, além de se tornarem personagens “curinga” ao longo do espetáculo.

Tendo sido contemplado com o Prêmio Funarte Mirian Muniz, em 2012, o espetáculo já passou pelas capitais Porto Alegre, Belo Horizonte, São Paulo, além de Brasília. O espetáculo também foi selecionado para os festivais nacionais de teatro de Taubaté e Araçatuba, no interior de São Paulo, recendo cinco indicações a prêmios. Desta vez, o espetáculo vem a Salvador patrocinado pelo Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal, que incentiva a divulgação dos artistas de Brasília no cenário nacional. Além de Salvador, esta turnê ainda inclui as cidades de Belém, Rio de Janeiro e Florianópolis.

Acessibilidade

Além de disponibilizar programas em braile, o espetáculo ainda promove a acessibilidade de portadores de necessidades especiais oferecendo aparelhos de audiodescrição para deficientes visuais, durante as sessões e uma visita guiada ao cenário, 30 minutos antes do espetáculo. Para reservar o aparelho ou agendar a visita guiada, basta entrar em contato com a produção do espetáculo, através do e-mail: contato@grupodomo.art.br

Fonte: Ascom/SecultBA