A Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) celebra 35 anos no próximo dia 30 de setembro, data oficial da sua fundação, mas a comemoração em grande estilo acontece dias depois, no dia 05 de outubro, num concerto especial de aniversário, pela Série Jorge Amado, às 20h, na Sala Principal do Teatro Castro Alves (TCA). Em clima de comemoração, a Orquestra revisita o mesmo repertório do seu concerto inaugural, realizado no TCA em 15 de dezembro de 1982, e traz na regência Erick Vasconcelos, primeiro maestro da Osba e que regeu a orquestra também naquela oportunidade. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e terão suas vendas iniciadas no dia 26 de setembro, terça-feira, a partir de 10h, nas bilheterias do TCA ou no site da Ingresso Rápido.

Com a presença do seu regente-fundador e com muitos dos músicos que estiveram no concerto de estreia da Osba, há 35 anos atrás, e que ainda permanecem ativos na orquestra, a Sinfônica da Bahia realiza uma viagem no tempo e interpreta as obras que compuseram o programa do primeiro concerto de sua história. O público terá uma nova oportunidade de conferir a Osba interpretando clássicos memoráveis do repertório sinfônico como a “Sinfonia nº 5 em Dó Menor Op. 67”, do compositor alemão L.V. Beethoven (1770-1827); a “Sinfonia nº 9 em Mi Menor Op. 95”, mais conhecida como a “Sinfonia do Novo Mundo”, do compositor checo A. Dvořák (1841-1904); e, por fim, a abertura de “O Barbeiro de Sevilha”, do compositor italiano G. Rossini (1792-1898).