A Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Secti) disponibiliza acesso gratuito à internet, via conexão Wi-Fi, para cerca de mil participantes do V Encontro Nacional de Estudantes Indígenas (Enei). O evento acontece até esta sexta-feira (15), no Museu da Ciência e Tecnologia, localizado no bairro do Imbuí, e busca mostrar o protagonismo desse segmento no contexto acadêmico, valorizando o movimento indígena do Nordeste.

Para acessar a internet Wi-Fi, os estudantes precisam apenas conectar o dispositivo móvel à rede ‘Venei’ e colocar a senha disponibilizada a todos no espaço do evento. O projeto Conecta Bahia, em sua versão Beta, oferece uma conexão de banda larga pública, com velocidade de 50 megas, que suporta, simultaneamente, cerca de 800 usuários. O projeto é uma iniciativa da Secti, com o apoio da Companhia de Processamento de Dados (Prodeb).

Com o tema ‘Espaço de afirmação, protagonismo e diálogos interculturais: descolonizando o pensamento’, a Bahia é o primeiro estado do Nordeste a receber o Enei, com expectativa de público superior a 800 visitantes. “Já percorremos as cinco regiões do Brasil, sempre com foco na troca de saberes e experiências entre estudantes de graduação e pós-graduação, interlocutores, pesquisadores indígenas e não indígenas, sobretudo no que tange às práticas educacionais nas áreas da saúde, gestão territorial, direito, entre outros”, disse o componente da comissão organizadora e coordenador-geral do Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoiba), Kâhu Pataxó.

Fonte: Ascom/Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Secti)