O mapeamento de ruas, casas, estabelecimentos comerciais (mercadinhos, bares, padarias, entre outros) em bairros e localidades de Salvador, com presença do tráfico de drogas, começou a ser realizado, esta semana, pela Coordenadoria de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil. A utilização do equipamento faz parte da Operação COA (Conhecer, Operar e Aproximar) que visa também a distribuição de panfletos do Disque Denúncia, da Secretaria da Segurança Pública (SSP), e verificação de locais denunciados como pontos de vendas de entorpecentes.

Sete equipes, com aproximadamente 30 policiais, fazem o levantamento os nomes das ruas, travessas, numeração das casas, registrando os estabelecimentos comerciais e conversando com os moradores. “Estamos dando um grande passo. Trabalhamos com cumprimentos de mandados de prisão e de busca e apreensão e Salvador é uma cidade que cresce desordenadamente. Muitas vezes perdemos tempo rodando procurando um determinado alvo”, explicou o coordenador da COE, André Viana.

O delegado acrescentou que a Operação COA é realizada semanalmente em regiões com presença de organizações criminosas que atuam vendendo drogas e praticando outras modalidades ilícitas. “Com as imagens aéreas passamos a conhecer, com outra perspectiva, os imóveis usados pelos traficantes, as possíveis rotas de fuga, como posicionar as viaturas durante as operações, entre outros importantes detalhes”, concluiu Viana.

Fonte: Ascom/SSP