O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), abriu as inscrições para o edital Novembro Negro 2017, que destinará um total de R$ 500 mil para iniciativas que valorizem os ideais de luta, liberdade e emancipação, fortalecendo o calendário de atividades do Novembro Negro, o mês da Consciência Negra. O prazo final para o envio de projetos é 4 de setembro próximo, com assinatura dos Termos de Colaboração programada para 31 de outubro.

A previsão é apoiar até 15 projetos que tenham como público-alvo a população negra baiana e também os povos e comunidades tradicionais, entre outras características detalhadas no edital. As modalidades variam entre oficinas e seminários, em propostas de até R$ 30 mil, cada, além de cursos de capacitação e formação de jovens comunicadores populares, estas duas últimas com valor de até R$ 40 mil.

A ação faz parte do calendário de 10 anos de implantação da Sepromi e integra as estratégias da Década Internacional Afrodescendente na Bahia. Podem participar organizações que tenham sede e funcionamento na Bahia, com existência há mais de dois anos e que desenvolvam ações voltadas à promoção da igualdade racial.

Os projetos podem ser protocolados presencialmente na Sepromi, em horário comercial, ou via Correios, no endereço Sepromi, localizada na Avenida Manoel Dias da Silva, nº 2.177, Pituba – Salvador – CEP 41. 830-000. Deve ser endereçado à Comissão de Seleção de Projetos, por meio de correspondência registrada ou via Sedex, até a data limite de recebimento de projetos. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 71 3103-1418 ou pelo e-mail novembronegro2017@sepromi.ba.gov.br.

Fonte: Ascom/Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado (Sepromi)