Os projetos de arte e cultura, promovidos pela Secretaria da Educação do Estado evidenciam as criações estudantis no interior do estado. Nas escolas que fazem parte do Núcleo Territorial de Educação de Vitória da Conquista (NTE 20), na região sudoeste, os alunos estão envolvidos na etapa escolar dos projetos que abarcam as distintas linguagens nas artes visuais,dança, teatro, audiovisual, arte patrimonial,música ou no canto coral.

De acordo com a coordenadora dos Projetos Intersetoriais da secretaria, Nide Nobre, a etapa escolar é fundamental para evidenciar o protagonismo estudantil. “Ela é composta de duas ações. Uma que é a ligada ao processo de criação artística do estudante e a outra ao seletivo que dá visibilidade à escola. Com isso, os estudantes tornam-se representantes de uma coletividade, dando um salto entre a arte individual e a arte coletiva, na medida em que sua criação passa a representar os segmentos sociais dos estudantes, professores e gestores, na etapa territorial. Com essa força estudantil, a expectativa é a de chegar à seletiva estadual”.

Em Conquista, os estudantes do Centro Integrado de Educação Luiz Navarro de Brito, envolvidos no Festival Anual da Canção Estudantil (Face), homenagearam o cantor e compositor Belchior, morto em abril deste ano. “Foi tudo muito lindo e bem organizado. Montamos um cenário com fotos e imagens dele”, diz a diretora, Nayara Vasconcelos.

NTE20 projeto escolar
Foto/Divulgação/Educação

O estudante Gustavo Neves, 13, 8º ano, participou do Dance e fez uma performance da música ‘Power’, de Little Mix, grupo pop britânico. “Foram meses de ensaio e dedicação. Ensaiamos quase todos os dias. Arrasamos na coreografia. Eu gosto de dança e quero ser um dançarino profissional”, afirma Gustavo. O clima também foi de muita animação nas apresentações estudantis do Colégio Estadual do Campo José Gonçalves, no distrito de José Gonçalves, em Vitória da Conquista, que teve como tema ‘O Mundo do Trabalho’.

Em Poções (centro sul), as unidades escolares da cidade também estão realizando as apresentações dos projetos de arte e cultura. Em uma ação conjunta, os Colégios Estaduais Roberto Santos e Isaías Alves promoveram momentos de integração e protagonismo estudantil, no Clube Recreativo da cidade. “Alcançamos nosso objetivo, que foi a integração das duas escolas. Durante os dias de evento foram mais de duas mil pessoas apreciando e parabenizando nossos alunos, que ficaram muito motivados”, afirma o diretor do Isaías Alves, Florisvaldo Pinheiro.

Participante desse momento de integração entre as duas unidades, a estudante Raíla Carmo, 17, 3º ano, apresentou o projeto Educação Patrimonial e Artística (EPA). “Contamos a historio de um patrimônio cultural de Poções, que é a Dona Maura, moradora do Quilombo Lagoa do João. Fizemos isso por meio de um álbum, com fotos e argumentos, dos ambientes da casa, local das rezas e do quilombo onde ela sempre viveu. Aprendi muito com esse trabalho”. Também na cidade de Poções, o Colégio Estadual Eurides Santana promoveu a culminância dos projetos. “Toda a comunidade local quer prestigiar nossos estudantes, que este ano capricharam nas apresentações e emocionaram o público. Estou muito feliz com a evolução deles”, disse a diretora Cleide Jane Sousa.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado