O Colégio Estadual Antonílio da França Cardoso, em Juazeiro, no norte da Bahia, está desenvolvendo um projeto para ampliar a relação dos estudantes com a arte teatral. O objetivo é discutir questões do cotidiano e relacionadas à cultura regional, tendo em vista que os estudantes participam de atividades complementares na unidade escolar, por meio do Programa Mais Educação.
 
A montagem de uma peça, em forma de cordel, em homenagem a Luiz Gonzaga, é um dos desdobramentos do projeto. Intitulada ‘Gonzagão: Cordel da Seca no Nordeste’, a encenação já está sendo apresentada, abrindo as portas da escola para a comunidade local. No espetáculo, os estudantes fazem um passeio sobre a vida e obra do Rei do Baião, retratando aspectos que foram eternizados na música do cantor e compositor nordestino, a exemplo do povo sertanejo e a sua relação com a seca e o rio São Francisco.
 
Breno Camargo, 17, estudante do 2º ano, participa do espetáculo e destaca os benefícios da atividade para o seu cotidiano escolar. “Depois que comecei a participar das oficinas, a minha vida mudou muito. Melhorei minhas notas na escola e minha convivência com a família e com os amigos. Estou gostando muito de atuar”, declara.
 
A estudante Vitória Lima, 14, 9º ano, interpreta a mãe sertaneja e está muito envolvida com a atividade. “Interpreto a mulher, a mãe, a trabalhadora nordestina, retratando o seu sofrimento para cuidar da família a partir do convívio com a seca no Nordeste. O espetáculo é lindo”, relata Vitória.
 
O professor Carlos Dias Júnior, monitor das oficinas de teatro na unidade escolar, comemora o resultado do projeto e explica que a iniciativa contribui para o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “O objetivo do projeto é conseguir manter os jovens nas escolas, melhorar seu desempenho escolar e descobrir talentos a partir das oficinas de interpretação. Estamos canalizando esforços no crescimento pessoal e profissional deles e tem surtido muito efeito”, comemora. 
Teatro na escola 
A arte teatral é estimulada nas escolas estaduais por meio do projeto estruturante Festival Estudantil de Teatro (Feste), com vistas ao desenvolvimento das artes cênicas nos contextos escolares. A arte cênica é entendida como um processo artístico educativo, um jeito de comunicação, expressão e representação das distintas formas de manifestação da vida cultural. 
Nas escolas, as artes cênicas constituem-se como o lugar dos distintos gêneros teatrais (auto, monólogo, comédia, drama, fantoche, ópera, revista, tragédia, tragicomédia) voltados para a ação emancipatória.
Fonte: Ascom/Secretaria da Educação