A estudante Michele Souza, 17 anos, 2º ano, do Colégio Estadual Rômulo Almeida, no bairro do Imbui, em Salvador, estava entusiasmada, durante a reinauguração da biblioteca da unidade escolar, na manhã desta segunda-feira (7): “Estou tão feliz! Dá até vontade de morar aqui dentro para devorar todos estes livros”. Além do acervo renovado e organizado por áreas do conhecimento, o espaço conta, agora, com novos livros, mobiliário, computador e climatização doados pelo Rotaract Club Salvador Aratu, uma organização internacional de profissionais e pessoas de negócios, líderes em suas áreas de atuação, que prestam serviços humanitários.

A biblioteca recebeu o nome de Eliverte Dantas Carvalho, professora de Língua Portuguesa da unidade escolar, falecida há dois meses. Não à toa, a reinauguração foi marcada pela emoção de estudantes e familiares nesta homenagem póstuma. “O que mais me impressionava era o entusiasmo com que a professora lecionava. Seu jeito especial de nos ensinar o Português será inesquecível e, agora, a iniciativa de colocar na nossa biblioteca o nome dela é um merecimento, porque este espaço representa tudo que ela acreditava: o livro como ferramenta para o conhecimento”, afirmou o estudante Emanuel Alves, 18, 3º ano. “Sinto-me feliz por saber que a minha mãe deixou um legado e foi reconhecida. Ela continuará sendo o meu maior exemplo e, acredito, que plantou uma semente aqui no Rômulo Almeida”, afirmou a filha Tiana Carvalho.

A aluna Isabela Silva, 16, 1º ano, também falou sobre o significado da reinauguração da biblioteca do seu colégio. “É muito interessante termos de volta a nossa biblioteca e, agora, revitalizada, porque este espaço é um suporte para que a gente tenha um melhor desenvolvimento intelectual”. O colega Lucas Cardoso, 16, 1º ano, completou: “O livro nos leva para conhecer o mundo e, como gosto muito de ler, vou aproveitar bastante o ambiente”.

A professora de Língua Inglesa, Cristiane Nunes, destacou que a reinauguração da biblioteca vai trazer de volta o livro físico para as mãos dos estudantes, que poderão pegá-los por sete dias, com direito à renovação. “Estávamos precisando deste espaço, porque temos um projeto pedagógico de leitura que está vinculado ao manuseio do livro. Com isto, vamos poder envolver os alunos com títulos literários que os ajudem a aprofundar na área. Embora convivemos com uma geração de jovens cibernéticos, o contato com o livro é muito importante para o desenvolvimento educacional deles”, opinou.

biblioteca colégio Rômulo
Foto: Claudionor Junior

O diretor Elísio Santos destacou a importância da revitalização da biblioteca. “Estamos muito felizes e orgulhosos com a requalificação deste espaço tão significativo em um ambiente escolar. Agora, com as reformas físicas e reestruturação do acervo, podemos dizer que temos uma biblioteca de verdade. Além da reforma da alvenaria e da pintura, contamos com o apoio técnico da Secretaria da Educação do Estado na organização dos livros e da parceria do Rotaract Club Salvador Aratu com as demais ações que permitiram a revitalização”, explicou o gestor.

O presidente desse programa internacional constituído por jovens que acreditam que podem ajudar a construir um futuro melhor, Rodrigo Aguiar, ressaltou que o Rotaract tem uma parceria com a unidade escolar desde 2015. “Trabalhamos juntos desde 2015 através de um conjunto de iniciativas que chamamos de EscolA+. Estamos felizes em dar uma biblioteca com a estrutura física completamente revitalizada, contando com um acervo atualizado, novos móveis, computador, em ambiente altamente agradável e climatizado."


Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado