Entre esta segunda (7) e quinta-feira (10), a Coordenação Estadual do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família (CEPBF), vinculada à Superintendência de Assistência Social (SAS), da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), realiza a Oficina Estratégica dos Municípios Prioritários do Cadastro Único (CadÚnico) e do Programa Bolsa Família (PBF). O evento, que acontecerá das 8h30 às 17h, no auditório do Hotel Vila Mar, em Amaralina, tem como objetivo capacitar técnicos e gestores de municípios com baixo índice na gestão financeira, cadastral e também no acompanhamento de frequência do CadÚnico e do Bolsa Família, além de orientá-los no processo de Prestação de Contas.

“A ação é importante para sensibilizar os gestores e apoiar tecnicamente os municípios, para que eles construam um plano de ação e trabalhem de forma intersetorial, visando a melhoria do Programa Bolsa Família em todo o Estado”, explicou a coordenadora estadual do PBF, Maria José Fernandes. Ao todo, 33 cidades baianas irão participar da capacitação, a exemplo de Feira de Santana, Amélia Rodrigues, Camaçari, Candeias e Dias D’Ávila.

Nos dois primeiros dias de oficina (7 e 8), os profissionais do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e dos municípios prioritários assistirão apresentações das coordenações estaduais do Bolsa Família e do Ministério de Desenvolvimento Social sobre o objetivo das condicionalidades (ou responsabilidades assumidas) na educação e saúde das famílias beneficiárias do PBF. No dia 9, técnicos, gestores, representantes do Cras, Creas e de movimentos sociais de população de rua participarão de uma mesa redonda para a troca de experiências na área. No último dia (10), haverá orientações aos municípios que não finalizaram as Prestações de Contas no SUAS WEB – instrumento utilizado para prestar contas dos recursos repassados pelo Governo Federal -, no período de 2012 a 2015.

Fonte: Ascom/SJDHDS